domingo, 17 de novembro de 2019

Blog oposicionista tenta criar fato político com leito hospitalar que acabara de ser utilizado.

Causou estranheza uma postagem que tem circulado nas redes sociais, nas últimas horas e que acabou virando matéria de um blog de Coelho Neto, já conhecido pela falta de cuidado naquilo que posta, na qual aparece um leito do Hospital Municipal desarrumado, com lençol todo embolado onde o descuidado blogueiro, para não dizer maldoso, ao abordar o assunto em seu blog, colocou como título: 


"DENÚNCIA: Com lençóis sujos, falta de respeito e o descaso continua na saúde de Coelho Neto".

Qualquer pessoa mais atenta certamente percebe tratar-se de um leito que acabara de ser usado, visto o estado das roupas de cama.

Não deu outra. A Secretária Municipal de Saúde, Ravanne Bastos, em manifestação, por meio de suas redes sociais, esclareceu aquilo que suspeitava-se ter acontecido.

O pior de tudo foi ver certa figura da oposição local, já bastante conhecida por uma lambança política feita tempos atrás, sair compartilhando a mentira publicada pelo tal blog.

Vale ressaltar que cabe a quem trabalha com notícia, certificar-se da veracidade daquilo que pretende publicar. 

Sobre as melhorias, incluindo a entrega de 40 leitos hospitalares novos e enfermarias climatizadas que o Prefeito Américo entregou recentemente naquele hospital para a população de Coelho Neto e região a turma que se diz oposição não deu nem um pio, né!? 

O fato em questão serviu, mais uma vez, para evidenciar o nível de despreparo da posição atual, que diante de sua incapacidade de confrontar o governo atual, com críticas plausíveis, apela para a mentira, protagonizando mais um o vexame público. 

Assim fica difícil conquistar a confiança das pessoas. 



quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Ações do Projeto Prefeitura na Comunidade já estão acontecendo na região do Povoado Buenos Aires.

A culminância do projeto Prefeitura na Comunidade, polo Buenos Aires, acontecerá neste sábado (16), mas as ações do referido projeto já estão acontecendo. A exemplo da melhoria das estradas vicinais que interligam os povoados daquela região, entre outras benfeitorias.
Para desespero da oposição, o Prefeito Américo vem atuando em todas as áreas da administração municipal, como deve ser, e esse projeto tem rendido muitos elogios, a ele e a sua equipe de governo, pelos inúmeros benefícios que leva à população. 

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Coelho Neto: Projeto Prefeitura na Comunidade estará no Povoado Buenos Aires, neste sábado(16).

O Prefeito Américo de Sousa segue levando as ações e prestação de serviços à população através do Projeto Prefeitura na Comunidade, que estará no próximo sábado (16), no Povoado (polo) Buenos Aires. Nessa etapa 12 localidades serão beneficiadas.

quinta-feira, 7 de novembro de 2019

Câmara Municipal de Coelho Neto concede título de cidadão coelhonetense a Dr. Walkmar Neto.


Com expressiva e inequívoca folha de serviços prestados em Coelho Neto, Dr. Walkmar Neto foi agraciado pela Câmara Municipal da cidade com o título de cidadão coelhonetense.

Honraria mais que merecida ao nobre advogado caxiense que iniciou seus trabalhos em Coelho Neto a partir de 2009, como assessor jurídico do SINTASP/MCN.

O Projeto de Decreto Legislativo que concedeu o título de cidadão coelhonetense  a Walkmar é de autoria do Vereador Osmar Aguiar - PT e teve o apoio unânime dos vereadores presentes no Plenário daquela casa legislativa.

Por meio das redes sociais, Walkmar manifestou seus agradecimentos ao vereador Osmar Aguiar e demais parlamentares.


STF retoma nesta 5ª julgamento que decidirá se réu pode ser preso após condenação em 2ª instância

Ministros do STF reunidos no plenário do tribunal durante o julgamento sobre prisão após segunda instância — Foto: Fellipe Sampaio /SCO/STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) retomará nesta quinta-feira (7) o julgamento sobre a validade de prisão após condenação em segunda instância.

Desde 2016 o STF entende que é possível determinar a execução da pena após a condenação pela segunda instância da Justiça, mas ações no tribunal visam mudar o entendimento.

Um dos argumentos é que, segundo a Constituição, "ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória" – leia detalhes mais abaixo.

O julgamento sobre o tema começou em 17 de outubro e sete ministros já votaram: 4 a favor, e 3 contra a prisão.

A favor da prisão após segunda instância:


Contra a prisão após segunda instância:


Quando a sessão for retomada nesta quinta, deverão votar (nesta ordem):


Como os ministros que votarão nesta quinta-feira já manifestaram entendimento sobre o tema em outras ocasiões, pode caber a Toffoli o voto de desempate.

Tese alternativa

Se for confirmado o empate de 5 a 5 nos votos dos ministros e couber a Toffoli o desempate, o ministro poderá submeter ao plenário uma tese alternativa, o que pode levar a novos debates e até ao adiamento do resultado.

A solução intermediária defendida por Toffoli permite prisão após a conclusão do julgamento no Superior Tribunal de Justiça (STJ), o que seria uma espécie de meio termo entre o trânsito em julgado e a segunda instância.

Em 2016, o presidente do STF votou a favor da prisão em segunda instância. Depois, passou a apresentar a tese intermediária nos julgamentos seguintes, inclusive quando o Supremo analisou um habeas corpus apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Na ocasião, Toffoli defendeu que o STJ é responsável por uniformizar a legislação penal e definir questões ligadas à culpa do réu, como dosimetria, regime de cumprimento e substituição de penas. Por isso, na opinião do ministro, a execução provisória da pena pode ser possível após o julgamento no STF.

Também naquele julgamento, Toffoli defendeu que a prisão imediata só é cabível no caso do tribunal do júri, que julga crimes contra a vida.

A alternativa, contudo, é controversa no meio jurídico. Para críticos, não há respaldo legal porque criaria, na prática, uma terceira instância, inexistente no sistema brasileiro. Por outro lado, alguns ministros têm visto essa saída como um meio termo aceitável.

Outra possibilidade é Toffoli votar conforme uma das duas linhas apresentadas até agora nos votos:

Prisão após a condenação em segunda instância;

Prisão somente após o trânsito em julgado.

Efeitos

Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), cerca de 5 mil presos podem ser beneficiados se o STF mudar de entendimento e prever que a prisão só pode ser decretada após o trânsito em julgado.

A soltura, contudo, dependerá da análise de cada caso. Presos perigosos ou em prisão preventiva, por exemplo, não poderão ser soltos.

Se o STF mudar o entendimento, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode vir a obter liberdade, já que ainda cabem recursos da condenação dele no caso do triplex em Guarujá (SP).

Prescrição

Em meio à discussão sobre a prisão após segunda instância, Dias Toffoli apresentou na semana passada ao Congresso uma proposta que impede a prescrição de crimes enquanto houve recurso pendente de análise em tribunal superior.

De acordo com o colunista do G1 e da GloboNews Valdo Cruz, Toffoli afirma que a sugestão independe do julgamento sobre segunda instância, mas, ressalta o colunista, uma das críticas atuais é justamente a possibilidade de prescrição de punições em razão da quantidade de recursos possíveis aos tribunais superiores.

Entenda o julgamento

O plenário do STF analisa um tipo de ação cujo efeito é chamado "erga omnes". Ou seja, a decisão valerá para todas as instâncias do Judiciário e será vinculante, de cumprimento obrigatório.

Os ministros julgarão três ações declaratórias de constitucionalidade, apresentadas pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), pelo PCdoB e pelo Patriota.

Em 2016, a Corte permitiu a prisão de condenados em segunda instância, alterando um entendimento que vinha sendo seguido desde 2009, segundo o qual só cabia prisão após o último recurso.

Antes de 2009, porém, era autorizada a prisão após segunda instância. A possibilidade de nova mudança é criticada porque geraria insegurança nos processos.

Desde 2016, a Corte autorizou prisão após segunda instância quatro vezes, mas a análise de mérito das ações permanece em aberto. Por isso, juízes e até ministros do STF têm decidido de forma divergente sobre essas prisões e é necessária uma decisão em ação de efeito vinculante.

Argumentos

O sistema penal brasileiro é baseado no princípio chamado de duplo grau de jurisdição (duas instâncias julgadoras). Para que um réu seja condenado, é preciso que um juiz de primeira instância dê uma sentença e que a decisão seja confirmada por um colegiado, por exemplo, de desembargadores, como é o caso de um Tribunal de Justiça no estado.

A partir da condenação em segunda instância, o réu ainda pode recorrer em alguns às cortes superiores, ou seja, ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao Supremo Tribunal Federal.

No STJ e no STF, contudo, provas e fatos não são reanalisados, somente questões de direito e de aplicação lei, como eventuais contestações constitucionais. É esse ponto que divide advogados, juristas e o próprio Supremo.

Aqueles que defendem a prisão após a segunda instância afirmam que, na prática, os tribunais superiores se transformaram em terceira e quarta instâncias da Justiça, com dezenas de recursos de réus.

Os críticos desse tipo de prisão entendem que a presunção da inocência é um direito constitucional, que garante a todo cidadão dispor de todos os recursos possíveis para se defender, incluindo os cabíveis aos tribunais superiores. Até o último recurso, portanto, ninguém pode cumprir pena.

Fonte: G1
--:--/--:--

terça-feira, 5 de novembro de 2019

Reação da oposição de Coelho Neto ao conferir a relação dos 137 municípios maranhenses investigados por fraude no Fundeb.


Prefeito Américo fez bonito no aniversário de Coelho Neto.



Com relação às comemorações dos 126 de Coelho Neto, ocorridas no último dia 31 de outubro, só quem não gostou mesmo foi a oposição do município, que segue na mesquinhez de sempre e torcendo contra a cidade, desde que Américo, por vontade soberana da população, foi eleito Prefeito.

O grande dia.

Logo pela manhã do dia 31, o gestor municipal deu aos munícipes uma prova da seriedade e compromisso com que vem gerindo o município, anunciando a conclusão da primeira etapa da reforma que está sendo realizada no Hospital Municipal, onde 40 novos modernos leitos e enfermarias climatizadas já se encontram à disposição da população de Coelho Neto Neto e cidades vizinhas.

Feito que coloca o Prefeito Américo na história do município, uma vez que deixa no passado uma época em que pessoas precisavam levar ventiladores de casa para dar o mínimo de conforto a algum familiar que se encontrasse internado naquele hospital. Só que viveu e passou por  isso sabe o sofrimento que era, o calor e o constrangimento de usar um banheiro sem as mínimas condições de uso.

Na tarde desse mesmo dia, Américo presenteou os desportistas coelhonetenses com o inicio do 1º Campeonato Municipal de Futebol, onde equipes participantes foram presenteadas com uniformes.

E à noite foi o momento onde a população pôde cantar e dançar, no grande show, realizado no Corredor da Folia, ao som de bandas locais, Chicabana e Matheus Fernandes.

Como já disse, no início deste post, só a oposição não gostou. Evidentemente porque torce contra a população.

quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Prefeito Américo presenteia população de Coelho Neto e região com 40 leitos hospitalares novos e enfermarias climatizadas.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, mesa e área interna
O Prefeito de Coelho Neto, Américo de Sousa, usou suas redes sociais, neste dia 31 de outubro, data em que o município completa 126 anos, para mostrar um dos presentes que está entregando para o povo de Coelho Neto e das cidades vizinhas.
A imagem pode conter: 21 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, sapatos e área interna
Lembrando que, em mensagem proferida por ocasião do aniversário de 123 da cidade, recém-eleito Prefeito, ele disse ter o sonho de poder entregar  nos próximos quatro anos, sempre bons presentes para a população de Coelho Neto, na data de hoje.

E convenhamos, esse é um belíssimo presente!
A imagem pode conter: mesa e área interna
A imagem pode conter: mesa e área interna
Veja o que disse o gestor, nesta manhã:


"Bom dia coelhonetenses,

Gostaria de iniciar este dia cumprimentando a todos, parabenizando cada um de “nós” cidadãos e cidadãs que amam essa cidade e torcem imensamente pelo sucesso, desenvolvimento e crescimento de Coelho Neto.

Quero apresentar a vocês parte importante dos investimentos que a Prefeitura de Coelho Neto, hoje sob a gestão de pessoas verdadeiramente comprometidas com a cidade, tem feito em benefício de todos indistintamente.

É com muito orgulho que comunico a todos que a primeira etapa da reforma que fizemos no Hospital Municipal e Maternidade de Coelho Neto esta concluída. Agora nossa população, e também, das cidades vizinhas que com frequência recorrem a nossos serviços de saúde, dispõem de uma estrutura mais humanizada. São 40 leitos novos em enfermarias totalmente climatizadas, seguindo um padrão que você encontra em grandes hospitais das capitais. Temos camas novas, modernas e de 1ª qualidade, bem como toda uma estrutura de apoio totalmente nova. 

Lembrando que anteriormente já havíamos feito toda a revitalização do Centro Cirúrgico. 

Todo esse investimento só foi possível com planejamento seguido a risca, enorme empenho de nossos colaboradores e grande esforço de todos. Salientando, que aqui estão investidos parte significativa dos recursos que economizamos quando optamos por não fazer a Festa Cultural alusiva aos Festejos de Sant’Anna. 

Sei que agora virão críticas incoerentes daqueles que só apontam defeitos mas são incapazes de reconhecer acertos. Para estes quero dizer que de antigo ali só tem as paredes, tudo foi renovado, do azulejo ao vaso sanitário; da pia ao bocal da lâmpada; da janela à ripa no telhado; do gesso no teto a maçaneta na porta. Contente-se, pois agora Coelho Neto tem uma gestão que não vive de maquiagens! 

Na última noite visitei o Hospital, conversei com nossos colaboradores, que demonstraram grande empolgação e satisfação pelo novo ambiente de trabalho, que já esta em pleno funcionamento. E prontamente já determinei o início da segunda etapa das obras de revitalização do Hospital Municipal e Maternidade. 

Em breve teremos 100% do Hospital revitalizado, climatizado, com Centro de Parto Normal Humanizado e oferecendo novos serviços de saúde para os coelhonetenses, e amigos de cidades vizinhas. 

Esse é o melhor investimento que se faz a toda população".

(Prefeito Américo de Sousa)

terça-feira, 29 de outubro de 2019

COELHO NETO: Governo do Prefeito Américo realiza mais uma etapa do Projeto Prefeitura na Comunidade.

Aconteceu, no último sábado(26), mais uma etapa do Prefeitura na Comunidade, projeto que alegra a população do município, pelos serviços que realiza e causa insônia na oposição, pelo mesmo motivo.
Depois de percorrer parte da zona rural e ter sua primeira edição na zona urbana (Bairro Parque Amazonas, Anil I e II), foi realizada mais uma etapa na sede do município. Os Bairros Santana (pólo), Novo Astro, Conjunto Guanabara, Loteamento Bonsucesso e Araim receberam a caravana do projeto onde várias ações, de forma antecipada, foram realizadas, fechando com a culminância onde foram disponibilizados para a população local serviços nas nas áreas de saúde, assistência social, educação e cultura, esporte e lazer, cidadania, meio ambiente, Procon e agricultura e pesca, tais como: Consultas médicas, testes de glicemia, atualização de vacinas, aferição de pressão arterial, orientações de promoção da saúde, espaço kids, oficinas de primeiros Socorros, panfletagem, corte de cabelo, espaço de leitura, doação de mudas de árvores, documentos Procon/Viva, entre outros.
Primeira-dama Iranete Sousa prestigiando as atividades do projeto.

O Prefeito Américo, mais uma vez, esteve presente, conversando com a população e acompanhando a prestação de serviço. 

A Primeira-Dama Iranete Sousa, Secretários municipais, vereadores, empresários, funcionários públicos e um grande número de populares prestigiaram o evento. 
 

quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Confirmado! Chicabana e Matheus Fernandes serão as atrações principais no aniversário de 126 de Coelho Neto.



O Prefeito de Coelho Neto, Américo de Sousa, ousou mais uma vez, garantindo duas grandes atrações para animar o aniversário de 126 da cidade. 

Chicabana e Matheus Fernandes animarão a festa. Atrações locais também terão participação garantida!

quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Prefeito de Coelho Neto divulga banner oficial do aniversário de 126 anos do município.

Foi por meio das redes sociais que o Prefeito de Coelho Neto, Américo de Sousa, divulgou na noite dessa quarta-feira (23), em primeira mão, o banner oficial do aniversário de 126 anos do município, festa que ocorrerá no próximo dia 31 de outubro e que deverá ser marcada por ações positivas do governo para a população.

Para o aniversário desse ano o tema escolhido foi "Minha cidade, Minha paixão!"

É aguardar e conferir.

"Em se plantando, tudo dá!"


Foi o que disse o português Pero Vaz de Caminha, encantado com fertilidade das terras brasileiras. 

Todavia, apesar de o que ele disse, evidentemente, se aplicar às terras coelhonetenses, por muito tempo praticamente toda verdura, fruta e hortaliça que consumíamos eram trazidas de fora. Realidade que começou a mudar no governo do Prefeito Américo.
Ele recebeu o município com o setor agrícola abandonado pelo poder público municipal, onde a Secretaria de Agricultura se resumia a um tabuleiro de damas e hoje temos agricultores familiares recebendo assistência técnica, apoio de máquinas para o preparo da terra, sementes e o melhor: Produzindo e vendendo seus produtos para o governo.

Até pouco tempo era impensável que agricultores do município produzissem e vendessem, por exemplo, uma carrada de melancia para o governo. Felizmente essa realidade chegou e chegou porque a população de Coelho Neto resolveu acreditar em alguém do seu meio, o hoje prefeito Américo.

Dá orgulho de ver nossos agricultores familiares expondo seus produtos e recebendo qualificação para melhorar a produção.

Às aves de mau agouro da política de Coelho Neto fica o seguinte questionamento:

Se era tão fácil fazer por que ninguém fez?