segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Zé Raimundo está fora da TV Difusora

Blog do Gilberto Leda

A direção da TV Difusora informou, nesta segunda-feira (29), que o jornalista José Raimundo Rodrigues não levará mais ao ar o programa que apresentava na emissora, o Difusora Agora.
O anúncio oficial foi feito pela filha do apresentador, a também jornalista Karla Bianca, em sua página pessoal no Facebook.
“Com 34 anos de profissão, o profissional está mais do que pronto para voos maiores. Deus fecha uma porta, mas sempre abre outra…”, escreveu ela.
Na página do Maranhão TV na internet, Zé Raimundo explicou assim o motivo da sua saída.
“A partir de hoje, dia 29 de outubro de 2012, depois de 3 anos e 30 dias no ar, o Diretor Leonardo Gomes me informou que o programa saiu da grade de programação local. Motivo alegado: a veiculacao do vídeo-formação de milícia Edivaldo, no Difusora Agora, o que teria resultado em uma multa de 200 mil reais para a emissora!… A responsabilidade pela exibição do vídeo fora do horario eleitoral, nao me diz respeito! O meu comentário, respaldado pela decisão da Justiça Eleitoral de mandar retirar o vídeo do ar, foi tecnicamente correto, como corretas e bem fundamentadas foram todas as colocações que fiz ao longo do período de apresentação do programa!… Fica registrado o meu agradecimento por tudo o que representou, para mim, ter sido o Ancora do programa Difusora Agora!”
O blog já tentou contato com a direção da TV, mas ainda não obteve retorno.

domingo, 28 de outubro de 2012

Sindicato dos Servidores Municipais de Coelho Neto comemora o Dia do Servidor Público



O Sindicato dos Servidores Municipais da Microrregião de Coelho Neto-MA comemorou na noite de ontem (27), o Dia do Servidor Público. O evento já se tornou tradição no município de Coelho Neto e demais municípios que fazem parte da Microrregião e que integram a base do sindicato, a saber, Afonso Cunha, Duque Bacelar e Buriti. As cidades que fazem parte da base da instituição estavam representadas no evento por servidores sócios nesses municípios.


A festa foi regada a refrigerante e churrasco por conta da casa, cerveja a preço de custo (skol a 2 reais) e música ao vivo com a Banda Chibata Quente. Durante a festa foram sorteados vários brindes aos sócios e também ocorreu a entrega da premiação aos sócios atletas que, pela manhã disputaram um torneio de futsal. Como premiação foram entregue medalhas e grades de cerveja. Duas grades à equipe campeã e uma grade à segunda colocada.



Antes da festa, ainda por volta das 5:30, houve uma Assembleia Geral para discussão e aprovação do Regimento Eleitoral que irá disciplinar a eleição da nova Diretoria e Conselho Fiscal da Instituição e também houve a aprovação da Comissão que irá conduzir o pleito que deverá acontecer nos próximos dias.

Veja mais imagens da festa:




















Haddad vence eleição em SP, e PT retoma o poder na maior cidade do país

Folha de S. Paulo


O ex-ministro da Educação Fernando Haddad (PT), 49, foi eleito neste domingo (28) como o novo prefeito de São Paulo.

Com 93% das urnas apuradas, ele recebeu 55,94% dos votos válidos, enquanto o ex-governador paulista José Serra (PSDB), 70, foi votado por 44,06% dos eleitores.

A vitória de Haddad representa a volta do PT ao comando da maior cidade do país oito anos depois de a petista Marta Suplicy ter sido desalojada da prefeitura pelo próprio Serra.



A derrota do tucano representa um duro golpe na oposição, que perde um de seus principais redutos, além de ter um sabor amargo para o próprio Serra, que perdeu para Lula e para Dilma Rousseff as disputas presidenciais de 2002 e de 2010.
Karime Xavier/Folhapress
Fernando Haddad, eleito neste domingo, leva o PT de volta ao comando da maior cidade do país
Fernando Haddad, eleito neste domingo, leva o PT de volta ao comando da maior cidade do país

A CAMPANHA

Professor universitário, estreante em eleições, Haddad teve o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como fiador e principal cabo eleitoral de sua candidatura, imposta ao PT ainda no ano passado.

A candidatura, mais uma "invenção" bem-sucedida de Lula -em 2010 já havia apostado em Dilma, também eleita--, enfrentou resistências dentro do PT em um primeiro momento.
Entre os obstáculos ultrapassados por Haddad esteve a intenção da ex-prefeita Marta Suplicy, derrotada em 2004 e 2008, voltar a disputar o cargo. Marta desistiu da pré-candidatura após apelos de Dilma e Lula, mas ficou ausente no início da campanha, evidenciando sua contrariedade.

Ainda na pré-campanha, foi criticado após negociações de aliança com o recém-criado PSD do prefeito Gilberto Kassab. O acordo, que era costurado por Lula, fez água quando Serra anunciou que entraria na disputa e o prefeito optou por apoiar o antigo aliado.

Haddad também contou com a ajuda do Planalto para estancar as críticas de evangélicos, que o associavam ao chamado "kit-gay" -material anti-homofobia produzido para ser distribuído em escolas pelo MEC durante a gestão de Haddad. Após nomeação do senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), ligado à Igreja Universal, como ministro da Pesca, as críticas diminuíram e só voltaram na reta final da campanha.

Outro momento de crise na campanha petista foi o apoio do ex-prefeito e deputado Paulo Maluf (PP), que fez questão de oficializar o acordo no jardim de sua casa, ao lado de Lula, em uma foto que entraria para a história. No dia seguinte ao apoio de Maluf, a deputada Luiza Erundina (PSB-SP) desistiu de ser vice de Haddad.

O acordo com Maluf, no entanto, rendeu à campanha petista um dos maiores tempos no horário eleitoral da TV, contribuindo para sua subida nas pesquisas entre o fim de agosto e o início de setembro.

A essa altura, Marta aparece na campanha pedindo votos a Haddad e, menos de uma semana depois, é nomeada como ministra da Cultura de Dilma. A presidente também entra na campanha na reta final do primeiro turno e vem a São Paulo participar de comício com o petista.

No segundo turno, o apoio de Dilma e Lula se tornam mais constantes e Haddad também recebe o reforço de Gabriel Chalita (PMDB), quarto colocado no primeiro turno.
Em desvantagem nas pesquisas, Serra partiu para o ataque contra a campanha do PT, mas não conseguiu reverter a desvantagem e nem a alta rejeição identificada nas pesquisas.

O ELEITO

Filho de comerciante de origem árabe, Fernando Haddad nasceu em 25 de janeiro de 1963.
Ainda na faculdade, na década de 80, trabalhou na loja de tecidos de seu pai na rua 25 de Março, mas seguiu carreira acadêmica, formando-se no curso de direito da USP (Universidade de São Paulo), com mestrado em economia e doutorado em filosofia pela mesma universidade.

Antes de ser eleito prefeito de São Paulo, Haddad foi chefe de gabinete do secretário de Finanças, João Sayad, durante a gestão de Marta na prefeitura.
Em 2003, torna-se assessor do ministro do Planejamento, Guido Mantega, e formata a Lei de Parcerias Público-Privadas. Promovido a secretário-executivo do Ministério da Educação em 2004, assume o MEC em 2005, com a saída do ministro Tarso Genro.

Com a eleição de Dilma, em 2010, fica no cargo no ano seguinte, até deixar a pasta para se candidatar em São Paulo.
Fernando Haddad é casado com a dentista Ana Estela, com quem tem dois filhos: Carolina e Frederico.

Edivaldo Holanda Júnior é eleito prefeito de São Luís

Neto Ferreira

Holanda Júnior ao lado de Roberto Rocha (Foto: Blog do Louremar Fernandes)
Holanda Júnior ao lado de Roberto Rocha (Foto: Blog do Louremar Fernandes)
O candidato do PTC, Edivaldo Holanda Júnior, foi eleito prefeito de São Luís neste domingo (28). Ele venceu João Castelo (PSDB) no segundo turno da eleição municipal, e deve assumir o cargo no ano de 2013.
Ele havia sido o primeiro colocado no primeiro turno do pleito, e manteve avantagem sobre o adversário, obtendo a maioria dos votos válidos.
Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com 94% das urnas apuradas, Edivaldo Holanda Júnior recebeu 56,03% dos votos, ou 264.027 eleitores. João Castelo, por sua vez, recebeu 211.010 votos, totalizando 43,85%.
Edivaldo Jr. recebendo o carinho de uma criança.
Edivaldo Jr. recebendo o carinho de uma criança.

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Rapidinhas com macaco pensador



À luz de vela

A história do apagão na noite de quinta-feira (25) causou num certo hospital de uma cidadezinha do Leste Maranhense. Dizem que por lá foi um verdadeiro corre-corre, mas não pensem que tudo isso foi para ligar o gerador do mesmo. A correria foi em busca de umas velas para que funcionários e pacientes pudessem se locomover sem esbarrar uns nos outros ou nas paredes. É que o gerador desse hospital há meses está com defeito e nunca mandaram arrumar o equipamento que liga automaticamente em caso de queda de energia, evitando assim que fique tudo às escuras, entre outros transtornos. Já pensou se estivessem fazendo uma cirurgia???

Pagando o pato

Certo partido político se achando importante, às vésperas das convenções municipais deste ano fez com que certo prefeito do Leste Maranhense, que não suporta ser contrariado, tivesse que esperar até a última hora para saber se o teria ou não em sua base de apoio. Resultado esse partido depois de ter aderido à base de apoio do mandatário comeu o pão que o diabo amassou e quase não elege ninguém. Vai se sentir importante e desafiar o homem, vai!!!.

Engolindo o discurso

Ainda sobre as eleições municipais em certo município do Leste Maranhense. Certo candidato a prefeito cheio de si e que não perdia uma oportunidade para se vangloriar e descer a ripa no seu adversário andava dizendo que se desse uma surra só de 10 mil votos de diferença nele iria considerar que teria perdido a eleição. Resultado, o seu adversário teve mais de 42% dos votos e a diferença que rapaz pretendia que fosse de mais de 10 mil votos não passou de 3 mil e poucos votos. Vai desafiar a inteligência do povo, vai!!!

O preço da lealdade

A lealdade é uma virtude que deve ser exaltada, mas há situações em que isso se torna prejuízo para alguns, que o diga certo presidente da Câmara Municipal de uma cidadezinha do Leste Maranhense. Tanto foi leal às vontades do seu prefeito que se esqueceu de que do outro lado estava o mais importante para o futuro de todo e qualquer político, o povo. Este nada satisfeito com a  atuação do rapaz enquanto parlamentar que foi omisso ao extremo, permitindo que projetos absurdos fossem aprovados. Resultado, viu a sua votação despencar de modo que andou foi longe de se reeleger.  Vai se esquecer do povo, vai!!!

Influência de quê???

Tem gente por aí que fez de tudo para se manter na mordomia se dizendo amigo do prefeito e se autointitulado “do governo”. Sem representatividade política algumas dessas pessoas tiveram que se agarrar com unas e dentes em candidatos a vereadores governistas para ver se escapavam da guilhotina na próxima gestão.

O problema é que muita gente já percebeu que estão “carregando pesos desnecessários nas costas”. A lógica é simples: Pessoas genuinamente governistas com salários lá embaixo enquanto que os “amigos de última hora” se vangloriam de seus bons salários e cargos onde pouco produzem de fato, alguns com esposas e tudo.

Quem de fato tiver influência e cacife político junto ao prefeito que reivindique o seu espaço no governo. 

CURTO-CIRCUITO CAUSA APAGÃO EM TODO O NORDESTE, DIZ ONS



Época
Energia (Foto: Shutterstock)
O apagão que atingiu todo o Nordeste na madrugada desta sexta-feira (26/10) foi ocasionado por um curto-circuito, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS)
A linha de transmissão em que o curto ocorreu é de propriedade da empresa transmissora TAESA (uma Sociedade de Propósito Específico cujos acionistas majoritários são a CEMIG e um fundo de investimentos).
A linha ficou danificada e para eliminar o defeito foi necessário desligar oito circuitos a ela conectados. Como ela conectava as regiões Norte e Nordeste, esse desligamento isolou a região Nordeste com uma queda acentuada de tensão e deixou 77% da região Norte sem energia. As regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste também não foram afetadas pela perturbação.
No processo de recomposição do sistema, cerca de 4 horas após a ocorrência, 70% das cargas estavam restabelecida, segundo a ONS.

Vereador Américo de Sousa desmente boatos de posicionamento político da oposição no município


Vereador Américo de Sousa divulga nota de esclarecimento sobre matérias divulgadas em blogs de Coelho Neto Neto sobre suposto posicionamento político do grupo da oposição no município em relação ao governo estadual. O esclarecimento foi feito em sua página no Facebook na manhã desta sexta-feira (26/10). 

Veja a íntegra da nota divulgada pelo vereador que foi candidato a prefeito nas eleições municipais deste ano em Coelho Neto-MA:

há 3 horas 

NOTA DE ESCLARECIMENTO


Esclareço a todos que as informações contidas no Portal Leste Maranhense (http://lestemaranhenseemfoco.blogspot.com.br/ ) e no Blog do Carlos Machado (http://blogcarlosmachado.blogspot.com.br/ ), sobre suposto posicionamento do grupo político da oposição em Coelho Neto que teve como candidato a prefeito Américo de Sousa - PT nas eleições municipais de 2012 obtendo 10.040 votos
 que representam mais de 42% dos votos válidos de Coelho Neto, não expressam nenhuma decisão deste grupo político sobre as eleições estaduais de 2014, nem tampouco sobre eleições municipais de 2016.
As lideranças políticas oposicionistas de Coelho Neto sequer se reuniram para discutir como atuarão nas eleições vindouras de 2014.
A bem da verdade esclareço que nas eleições municipais de 2012, com exceção de nossas lideranças coelhonetenses, os únicos mandatários parlamentares ou executivos de expressão estadual que participaram minimamente de nossa campanha ao cargo de prefeito de Coelho Neto foram o deputado estadual Zé Carlos - PT e o deputado federal Waldir Maranhão - PP.
Esclareço ainda que a nossa campanha eleitoral como vista por todos, foi uma campanha totalmente sem estrutura material e financeira, feita exclusivamente com a força e a vontade de vencer de nossas lideranças e militância políticas há quem muito agradecemos.
Assim como em 2010, quando o atual prefeito de Coelho Neto tentou desqualificar a participação da oposição de Coelho Neto na reeleição da governadora Roseana e de seu vice Washington Luís - PT, novamente as mesmas figuras situacionistas ligadas ao mesmo grupo político, do “todo poderoso” que para não perder as eleições municipais de 2012 para um “Zé Ninguém” (Américo de Sousa - PT), como eles afirmavam, teve que fazer um verdadeiro derramamento de dinheiro, tenta novamente criar uma situação junto às lideranças políticas do Maranhão para tentar se passar novamente como o dono dos votos de Coelho Neto.
Porém, dessa vez, qualquer um dos interessados pela sucessão estadual em 2014, seja da situação ou oposição, terá a certeza de que em Coelho Neto não há um “todo poderoso” dono dos votos do povo. Aqui existem dois grupos políticos permanentemente polarizados, sendo que a única diferença é que um destes grupos se mantém no poder muito desgastado e pagando um preço altíssimo, enquanto o outro (oposição) se materializa numa liderança popular e no anseio da população em renovar a representação política.
Reforço, ainda, que não há e nem haverá “racha” na oposição em Coelho Neto, nem para 2014 e muito menos para 2016, estamos todos tranquilos e firmes em nosso posicionamento de permanecer unidos defendendo os interesses do povo coelhonetense.
No momento certo, decidiremos de forma democrática e coletiva, sem nenhuma precipitação ou ressentimento, nossa posição política quanto às eleições de 2014 e 2016, sempre pautados na defesa dos interesses do povo de Coelho Neto.


Atenciosamente


Américo de Sousa
Vereador - PT/Coelho Neto
Ex-candidato a prefeito/Coelho Neto
Suplente de deputado estadual - PT/MA




quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Um tiro no pé

Portal Leste Maranhense


A estratégia do grupo Sarney de segurar o vice-governador do Maranhão Washington Luis PT, em São Luis com uma candidatura fracassada de prefeito que conseqüentemente fracassou a legenda no estado parece ter sido um tiro no pé do próprio grupo e a passos largos deu margens para o crescimento do candidato da oposição ao Governo do Estado, Flávio Dino.
Antigamente a Governadora Roseana ajudava todos os grupos políticos dos municípios considerados seus aliados e quem ganhava se sentia na obrigação de lhe dá apoio. Com isso a Filha do Presidente Sarney ganhava muitos votos, e agregava em um só município varias correntes politicas.
Agora muitos candidatos principalmente do PT, não foram ajudados em nada, e ressentidos dizem que querem apoiar Flávio Dino de graça por não ter conseguido apoio de Roseana em suas recentes eleições.
Coelho Neto, por exemplo, nos faz entender isso. As lideranças políticas e populares de vários segmentos da sociedade do nosso município até contrariando os seus líderes maiores, como Márcia Antonio e Magno Bacelar, dizem que pelo o fato do candidato a prefeito Américo de Sousa, não ter recebido nem um apoio de Roseana Sarney e nem tão pouco do vice-governador do estado que com isso pode ter comprometido a vitória de Américo de Sousa, falam a todos que votam em Flavio Dino.
 
Este sentimento vem ganhando dimensão grandiosa em todas as regiões do Maranhão podendo dificultar a chegada do candidato a Governador do grupo Sarney ao Palácio dos Leões em 2014.

A atitude adotada pelo o Grupo Sarney de não querer que o PT, cresça no Maranhão e não ajudar seus aliados só porque agora não estão no poder, facilitando assim a vitória de outros é contribuir com uma ameaça ao trono que eles governam que é o do governo do Maranhão e abrir ala de forma inevitável para Flavio Dino, de já arrebanhar líderes decisivos para uma eleição que estão descontentes de Maranhão a fora.

Portal Leste Maranhense: De volta ao trabalho



Os leitores do Portal Leste Maranhense que andaram sentindo falta de novas matérias no blog agora já podem olhar nas novidades, o nosso companheiro blogueiro Ezequias Martins está de volta ao trabalho!

O Portal Leste Maranhense retorna em grande estilo com matérias interessantes sobre a política da região e especificamente de Coelho Neto.

Só nos resta dar uma olha nas novidades, então.

Tecnologia: Windows 8 será lançado nesta sexta-feira; veja a evolução do sistema


G1
Depois de meses de antecipação, a Microsoft vai apresentar mundialmente nesta quinta-feira (25) a próxima geração do seu sistema operacional, o Windows 8, em evento em São Paulo e em Nova York, onde estará presente Steve Ballmer, presidente-executivo da companhia. A nova versão do Windows chega oficialmente às lojas do Brasil nesta sexta-feira (26). Algumas lojas no país começarão a vender a nova plataforma na virada de quinta para sexta (veja abaixo). O preço sugerido pela Microsoft é de R$ 270, mas cada varejista pode fazer sua promoção.
Microsoft mudou totalmente o visual do Windows 8, apresentando seus aplicativos em blocos na tela principal (Foto: Divulgação)Microsoft mudou totalmente o visual do Windows 8, com aplicativos mostrados em blocos (Foto: Divulgação)
A primeira versão do Windows foi lançada no mercado em 20 de novembro de 1985. Nesse período, o programa era uma extensão do DOS, como foi até o surgimento do Windows 95. Desde a primeira geração do sistema, o Windows já tinha suporte para monitores coloridos. Já sua segunda versão, chamada Windows 2.0, de 1987, foi a primeira a permitir o uso de janelas de programas sobrepostas. A última versão da plataforma, o Windows 7, foi lançada pela Microsoft em outubro de 2009
O Windows 8 pretende mudar o mercado de PCs ao permitir o seu usado tanto em tablets quanto em computadores e notebooks.O Windows 8 ambiciona concorrer com o Android, do Google, e o iOS, da Apple. O sistema operacional ganhou um design em blocos que facilita seu uso em aparelhos com telas sensíveis ao toque. Porém, usuários acostumados com o tradicional desktop podem usar o sistema na área "Legacy".

A Fast Shop terá apenas uma loja física com vendas a partir da meia-noite, no Shopping JK Iguatemi, na Vila Olímpia, em São Paulo. As vendas irão se estender até a 1h de sexta-feira (26). Em outros estados, os consumidores poderão comprar durante a madrugada pelo site da Fast Shop ou por televenda. A partir do horário normal de comércio, as outras 75 lojas da rede no Brasil começarão as vendas do Windows 8.
Venda à meia-noite.

A Fast Shop e o supermercado Extra abrirão as portas na virada desta quinta para sexta-feira (26) para o início das vendas do Windows 8 no Brasil.


O Extra abrirá as portas de todas as suas lojas no Brasil à meia-noite para o início das vendas do Windows 8, conforme a assessoria de imprensa da rede. O Extra conta com 134 lojas em 17 estados e no Distrito Federal. Os consumidores também poderão adquirir o sistema pelo site da rede de supermercados. Em São Paulo, o Extra fará um evento de lançamento na loja do bairro Itaim (Avenida João Cachoeira, 899). A partir da meia-noite, promotores estarão a postos na loja para iniciar a venda do sistema operacional.

Configurações
Veja as configurações mínimas que o computador precisa ter para rodar o Windows 8:

– Processador de 1 GHz ou superior;
– 1 GB de memória RAM para instalação 32 bits ou 2 GB para instalação de 64 bits;
– 16 GB de espaço livre no disco rígido para a instalação de 32 bits ou 20 GB livres para a instalação 64 bits;
– Placa de vídeo com Direct X 9 com driver WDDM.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Leilão da virgindade de catarinense termina com lance de R$ 1,5 milhão


O leilão pela virgindade da brasileira Catarina Migliorini terminou às 9h desta quarta-feira (24). O lance mais alto foi dado foi no valor de US$ 780 mil, o equivalente a mais de R$ 1,5 milhão.
A brasileira Catarina Migliorini, que leiloou a virgindade na internet. Foto: Reprodução / Facebook
A brasileira Catarina Migliorini, que leiloou a virgindade na internet. Foto: Reprodução / Facebook
Na manhã desta quarta, a poucas horas do fim do leilão, seis pessoas disputavam a virgindade da garota no site ‘Virgins Wanted’. Os lances foram alternados entre os seis: três americanos, um australiano, um indiano e um japonês. O japonês foi o autor do lance mais alto.
O site australiano foi divulgado ao público no dia 15 de setembro e a data prevista para o fim do leilão era 15 de outubro. Porém, o prazo foi adiado em 10 dias e os lances terminaram às 22h do Australian Eastern Standard Time [hora da região leste australiana], equivalente às 9h desta quarta-feira pelo horário de Brasília.
De acordo com o regulamento, a primeira noite de Catarina está prevista para ocorrer 10 dias depois do fim do leilão, no dia 3 de novembro.
A garota é natural de Itapema, em Santa Catarina, e está na Austrália, para participar de um projeto que prevê o leilão e a gravação de um documentário sobre a preparação para o momento.
A primeira vez está prevista para ocorrer durante um voo que partirá da Austrália ou Indonésia para os Estados Unidos. Entre as regras que devem ser obedecidas pelo ganhador está o uso de camisinha obrigatório. “Ele também não pode me beijar, não pode realizar nenhuma fantasia nem fetiche, nem usar nenhum brinquedo”, explica ela. “O ato também não vai ser filmado”, diz.

Estamos praticamente casados, diz Benício sobre Débora Falabella


Folha.com
Murilo Benício, 40, abriu o coração na entrevista que deu a Marília Gabriela nesta quarta-feira (24), em São Paulo, para o programa da apresentadora no GNT.

Questionado se está ou não namorando Débora Falabella, 33, ele respondeu: “Namorando, não. Estamos praticamente casados”.
A entrevista está prevista para ir ao ar neste domingo.
Em "Avenida Brasil", Tufão se apaixona por Nina
Em “Avenida Brasil”, Tufão se apaixona por Nina
Débora anunciou o fim do namoro com Daniel Alvim, 37, no meio de setembro.
Benício terminou com a cenógrafa Andréa de Souza Dantas também no mês passado.
A atriz chegou a negar que estava com seu colega de elenco.
Nesta semana, porém, a revista “Contigo!” flagrou Débora deixando a casa do ator, no Rio. Os dois teriam assistido ao final da novela juntos, longe dos colegas, que se reuniram em uma churrascaria.
Namoro nos bastidores não é novidade na vida do ator, que se envolveu com outras colegas de elenco, como Giovanna Antonelli, na época de “O Clone”. Eles se casaram e têm um filho. Benício ainda conheceu a ex Guilhermina Guinle nas gravações do filme “Inesquecível” e Carolina Ferraz, na novela “Por Amor”.
Débora e Benício já haviam contracenado em “O Clone”, novela na qual faziam pai e filha.
Procurada pelo “F5″, a assessoria da atriz informou que ela não confirma nem desmente a informação.
Ele explicou ainda que mantiveram a relação em segredo durante as gravações de “Avenida Brasil”, porque a separação dos dois eram muito recentes.

Após assalto de travestis, Carlos Nascimento troca de carro


F 5
O jornalista Carlos Nascimento disse que trocou de carro após ser assaltado por travestis, em agosto, na avenida Lineu de Paula Machado, perto do Jockey Club de São Paulo.
Ele disse que se desfez do jipe verde Land Rover, quer era "muito bandeiroso", para poder continuar fazendo o mesmo caminho até a emissora, que fica na rodovia Anhanguera.
"Falei: quer saber de uma coisa? Não vou renunciar, claro que [agora passo] com muito mais cautela. Mas reduziu o número de travestis lá", afirmou.
Nascimento disse que a polícia teve acesso à câmera de segurança de uma das casas nas proximidades. O vídeo mostrava um assalto na sequência do seu.
"Deu para ver direitinho como eles fazem. Entraram no carro do cara, pegaram uma bolsa. Eram umas seis pessoas. Depois, entraram em um Celta, que esperava em frente."
Segundo ele, a polícia anotou a chapa do veículo e localizou o proprietário, que seria o mesmo travesti que ele reconheceu em foto na delegacia.
Moacyr Lopes Junior-23.jan.12/Folhapress
Carlos Nascimento tomou providências após ser assaltado por travestis
Carlos Nascimento tomou providências após ser assaltado por travestis

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Ministra da Casa Civil diz que Congresso tem que discutir pesquisas

Folha de S. Paulo

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT-PR), afirmou anteontem que o Congresso Nacional deve discutir a metodologia usada em pesquisas eleitorais para evitar que elas se transformem em "instrumentos de campanha".

declaração da ministra foi feita em Cascavel (498 km de Curitiba), antes de ela participar de um evento de apoio ao candidato do PT na cidade, José Lemos.

As pesquisas, segundo ela, retratam um momento e apontam uma tendência, mas não podem ser definidoras de votos: "Nós temos que estudar uma metodologia para que elas não sejam instrumentos de campanha".

Gleisi, que é senadora licenciada, acrescentou que o "Congresso Nacional vai ter de discutir essa situação".

Há uma semana, também em Cascavel, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo (PT-PR), marido de Gleisi, havia criticado o Ibope por causa de pesquisas realizadas no primeiro turno em Foz do Iguaçu e em Curitiba, onde o instituto fez "um papelão", segundo ele.

Em Foz, dois dias antes da votação, o Ibope divulgou pesquisa que apontava o candidato Chico Brasileiro (PC do B) com 52% das intenções de votos, contra 45% de Reni Pereira (PSB).

Como a margem de erro era de quatro percentuais para mais ou menos, eles poderiam estar empatados. Pereira, no entanto, acabou eleito com 54% dos votos válidos, contra 45% de Brasileiro, que tinha o apoio dos ministros.

Em Curitiba, a pesquisa de boca de urna do Ibope, com margem de erro de dois pontos percentuais, apontou que Ratinho Junior (PSC), com 34% das intenções de voto, e Luciano Ducci (PSB), com 29%, iriam ao segundo turno.

No entanto, quem chegou em segundo lugar, com 27% dos votos e uma diferença de 0,45 ponto sobre Ducci, foi o candidato apoiado pelo PT, Gustavo Fruet (PDT), que aparecia na pesquisa com 24%.

No dia seguinte à votação, o Ibope divulgou comunicados sobre os resultados em que dizia que a disputa em Curitiba fora acirrada entre os três candidatos na capital do Estado e que não foi possível "captar a velocidade de recuperação" de Fruet.

Sobre os resultados de Foz, o Ibope informou que durante a campanha eleitoral apontou a tendência de aproximação entre os dois candidatos e que a pesquisa divulgada no dia 6 de outubro estava no limite da margem de erro.

Segundo o instituto, 10% da população não apontou candidato algum na pergunta espontânea. "Esses eleitores, que decidem seu voto cada vez mais tarde, fazem a diferença no resultado final."

"Avenida Brasil" acabou com relacionamento de seis atores; relembre


F5
Os sete meses em que "Avenida Brasil" ficou no ar foram avassaladores.

Não só pela audiência, mas pela transformação na vida de alguns dos atores do elenco.
Casais se desfizeram e outros extrapolaram os limites do Projac. Relembre:
André Freitas/AgNews
Débora Falabella e Daniel Alvim no Rio, pouco antes do rompimento
Débora Falabella e Daniel Alvim no Rio, pouco antes do rompimento
1. Débora Falabella e Daniel Alvim
Em setembro, Débora Falabella, 33, que vivia a Nina, foi surpreendida pelo anúncio do ator Daniel Alvim, 37, de que seu namoro de mais de ano havia acabado.
"Nós terminamos. Foi recente e não quero me expor mais do que já estou exposta por causa da novela. Vi que ele falou sobre o assunto. Acho que foi meio abrupto, mas eu só posso dizer que estou bem", comentou à época.
Luciana Prezia/Divulgação
Andréa Souza Dantas e Murilo Benício ficaram juntos por dois anos
Andréa Souza Dantas e Murilo Benício ficaram juntos por dois anos
2. Murilo Benício e Andréa Souza
Na mesma época em que Débora rompeu com Alvim, Murilo Benício encerrou seu relacionamento de quase dois anos com Andréa Souza.
Não demorou a salpicarem rumores de que o Tufão e a Nina estavam tendo um caso na vida real. Na festa de encerramento da novela, eles foram vistos conversando na saída. Já na reunião do elenco para assistir ao último capítulo da trama, na sexta-feira (19), nenhum dos dois apareceu.
Gabriel Reis/AgNews
Isis Valverde e o então namorado, Tom Rezende, na Praia de Grumari
Isis Valverde e o então namorado, Tom Rezende, na Praia de Grumari
3. Isis Valverde e Tom Rezende
Também em setembro, Isis Valverde, a Suelen, terminou o relacionamento de quase dois anos com o produtor Tom Rezende.
Chegaram a pipocar informações de que ela estaria tendo um caso com Thiago Martins, que fez trio romântico com ela na novela como o jogador Leandro.
Martins namora a também atriz Paloma Bernardi. Eles não confirmaram o caso.
Mastrangelo Reino/Folhapress
A atriz Débora Nascimento e o empresário Arthur Rangel, com quem rompeu na reta final " Avenida Brasil"
A atriz Débora Nascimento e o empresário Arthur Rangel, com quem rompeu na reta final " Avenida Brasil"
4. Débora Nascimento e Arthur Rangel
Não foi só a Tessália que apareceu na vida de Débora Nascimento, 27, em 2012. José Loreto, o Darkson de "Avenida Brasil", cravou seu lugar.
Ela terminou o casamento de três anos e meio com o empresário Arthur Rangel, 28, e pouco depois apareceu de mãos dadas com o par romântico das telinhas.
Anderson Borde/AgNews
José Loreto e Débora Nascimento logo apareceram publicamente de mãos dadas
José Loreto e Débora Nascimento logo apareceram publicamente de mãos dadas
5. José Loreto e Fernanda Pires
José Loreto, ele mesmo também rompeu com a então namorada, Fernanda, na mesma época em que Débora Nascimento anunciou o fim de seu casamento.

Alex Palarea/AgNews
Fabíula Nascimento e o agora ex-namorado, Geroge Sauma, dez anos mais novo do que ela
Fabíula Nascimento e o agora ex-namorado, Geroge Sauma, dez anos mais novo do que ela
6. Fabíula Nascimento e George Sauma
O namoro de um ano de Fabíula Nascimento, 33, com George Sauma, 23, também não resistiu ao furacão "Avenida Brasil".
Dias depois de acabar a novela, a atriz, que viveu a Olenka, anunciou o fim do relacionamento.
"Terminamos numa boa. Adoro o George, ficou tudo certo entre nós", disse ao jornal "O Globo".