sexta-feira, 5 de fevereiro de 2021

Prefeito Bruno Silva enfrenta dificuldades com a folha de pessoal no primeiro mês de governo.

Não é segredo pra ninguém as dificuldades que o prefeito de Coelho Neto, Bruno Silva(PP), vem enfrentando com relação ao pagamento da folha de pessoal, referente ao primeiro mês de seu governo.

Dia 28 de janeiro, Bruno Silva usou suas redes sociais para anunciar que dia 29 o dinheiro dos servidores estaria nas contas destes, mas não foi o que aconteceu, gerando bastante burburinhos. Há quem diga que o prefeito se apressou em fazer esse anúncio para abafar rumores de que o pagamento poderia sair apenas a partir do dia 10 de fevereiro. O certo é que até hoje(5) ainda se tem notícia de gente correndo atrás de receber seus proventos.

Há quem diga que exageraram nas nomeações e depois teriam descoberto que os recursos não seriam suficientes para quitar a folha.

O prefeito Bruno Silva precisa tomar as rédeas de seu governo e ficar atento a situações como essa, que estão gerando desgastes prematuros de sua administração. É melhor manter uma folha enxuta, dentro da capacidade financeira de município, que colocar gente demais e não ter condições de pagar no final do mês, porque quem trabalhar quer receber. Nada mais justo, né?

Nesta questão financeira há que se considerar que a prefeitura precisa deixar uma reserva técnica a cada mês para pagar o décimo terceiro no final do ano. Muitas prefeituras têm enfrentado dificuldades com isso.

Bruno Silva foi eleito com uma grande votação. Tem apoio popular. O que não lhe pode faltar é firmeza política para tomar as decisões certas, no sentido de manter sua gestão saudável. Não será um exército de "doutores", nem pessoas que já se aposentaram e voltaram a ser contratadas ou empresários pendurados na folha de pagamento que irão dar sustentação ao seu governo. É o povo, mediante a um bom trabalho desenvolvido na cidade.

Faça o que tem que ser feito, prefeito! Governar significa, muitas vezes tomar decisões difíceis. A prioridade deve ser o bem estar da população.

Por aqui a gente segue de forma independente e imparcial. Como deve ser.

 

sábado, 16 de janeiro de 2021

Diante do "corpo mole" de blogueiros aliados, Bruno Silva usa seu perfil para reforçar a própria Comunicação.

Tem ficado bastante evidente a disposição do prefeito de Coelho Neto, Bruno Silva, em se colocar como um dos principais divulgadores das ações de seu governo, já que membros da imprensa local que estiveram com ele na campanha estão numa espécie de standby, em relação a sua gestão. 

Isso está longe de indicar má vontade por parte desses, mas certamente indica que os mesmos ainda estão sem o devido "alinhamento" e no 0800 ninguém irá se dar ao trabalho de ajudar na tarefa de defender ou divulgar as ações do novo governo. Uma olhada nos blogs da cidade, cujos proprietários declararam apoio à campanha de Bruno, comprova o que digo.

Mas pelo visto essa é apenas uma questão de tempo, visto que o Secretário de Comunicação, Samuel Bastos, esteve reunido com esses comunicadores em questão, no dia de ontem (15), alguns dos quais já começavam a demonstrar um certo descontentamento com a falta de definição.

Enquanto isso, o gestor municipal segue atuando na divulgação. Até no meio dos urubus já colocaram o homem. Errado não está. Mas penso que deve ser avaliada os prós e contras dessa superexposição. 

Já ouvi pessoas do meio político comentando a respeito disso. Na opinião de alguns, apenas pautas mais relevantes deveriam ser divulgadas pelo gestor, fugindo de situações consideradas corriqueiras, que ficariam sob incumbência de sua equipe de Comunicação.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

O protagonismo de Rafael Cruz.

As primeiras ações do novo presidente da Câmara Municipal de Coelho Neto, Rafael Cruz, demonstram que ele não será um político de gabinete.

Através das redes sociais já é possível ver registros de sua atuação nas ruas da cidade, atendendo a reivindicações de moradores.

Após ter solicitações verbais, a respeito da iluminação pública, atendidas pelo prefeito Bruno Silva, o parlamentar foi acompanhar pessoalmente a realização dos trabalhos de recuperação da mesma em algumas ruas da cidade. 

Vale ressaltar que não se viu até o presente momento o nobre vereador fazer qualquer alusão à gestão anterior, uma demonstração de que já desceu do palanque e entende que o seu papel é o de contribuir com a melhoria da cidade e não de ficar de lamentos a respeito daquilo que está por fazer. 

Parabéns ao nobre vereador pela postura política demonstrada até aqui.

sábado, 9 de janeiro de 2021

Começo de governo atribulado. Mais nomes devem cair.

Não tem sido fácil a vida do novo prefeito de Coelho Neto, Bruno Silva. Em menos de 10 dias de gestão já sofreu baixas nas indicações para pastas consideradas mais importantes de um governo. já caíram até o momento: Rosário Leal (Educação) e Márcia Bacelar (Saúde).

E segundo informações obtidas com exclusividade por este blog mais nomes devem cair. 

Estariam na "fila do tchau" Sérgio Guanabara e Márcio Almeida. Administração e Obras, respectivamente. Há inda um terceiro nome, mas não vou arriscar dizer, por enquanto. Estou checando mais detalhes a respeito.

A informação que temos é que Márcio Almeida não deve durar muito tempo na Secretaria de Obras e que o ex-prefeito Antônio Cruz deverá assumir a pasta em breve.

Dizem que Bruno Silva está sob forte pressão. De um lado Soliney, lutando para "purificar" a gestão do filho que no entendimento dele estaria saindo "fora do curso" que deveria seguir e priorizar aliados com histórico de atuação em seu grupo político.

Do outro lado estariam aliados insatisfeitos por ainda não terem sido agraciados, alguns buscando no ex-mandatário, auxílio para conseguirem uma fatia do bolo.

Resta saber se o prefeito Bruno Silva terá força e psicológico para imprimir sua própria marca e estruturar seu governo da forma que achar melhor. Porque do jeito que a coisa está andando fica até difícil para ele saber quem de fato é aliado seu.

Situação complicada que esperamos que se resolva logo  e da melhor forma possível. Para o bem da população de Coelho Neto.

terça-feira, 5 de janeiro de 2021

Deixem o homem trabalhar!

Nestes primeiros momentos da nova gestão observa-se a euforia de alguns em relação às visitas feitas pelo novo gestor municipal, cuja finalidade é conhecer melhor a máquina administrativa e tomar ciência, in loco, de problemas, sobretudo aqueles que necessitem de solução  mais urgente.

Mas tudo tem sido motivo de palmas e as exclamações advindas desses apoiadores são as mais efusivas possíveis.

A meu ver ainda é cedo, tanto para dizer que vai ser um bom gestor, quanto para dizer que não vai prestar.

O tempo se encarregará de por à prova a capacidade de gestão do novo prefeito e o grau de eficiência de sua equipe de governo.

No entanto, já se tem conhecimento que alguns "aliados" mais impacientes já estão "soltando os cachorros" pra cima do homem.

Este blog tem acompanhado por meio das redes sociais os movimentos iniciais do novo governo e o que se pode dizer até o momento, tirando algumas coisas que, a meu ver, precisam ser corregidas, é:

Deixem o homem trabalhar!



segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

O tom conciliador de Bruno Silva diverge da atitude de alguns de seus "aliados".

Quem tem acompanhado as manifestações do prefeito Bruno Silva, certamente já observou o tom conciliador usado por ele. Um indicativo de que o mesmo já desceu do palanque e entende que a hora agora é de governar para todos. 

Infelizmente algumas pessoas que se dizem aliadas, uns que já conseguiram ser "encaixados" na gestão e alguns que esperam o "chamado" insistem em permanecer de "arma" na mão, vendo inimigos em tudo que é lugar e se comportando como se ainda estivessem em plena campanha eleitoral.

Marinheiros de primeira viagem, em sua maioria. Coisa de gente sem costume, como dizem no popular.

Esses de pensamentos "extremistas" temem que Bruno Silva "puxe" blogueiros da oposição para reforçar a Comunicação do governo, por exemplo.

Ora, o governo sequer foi totalmente estruturado e o homem mal sentou na cadeira e estão nessa ciumeira toda.

Se o prefeito vai agregar ou não, é uma decisão que será tomada por ele, considerando prós e contras. 

No mais, todo governo acaba agregando pessoas de outras administrações. 

Quem imaginaria que os Silva se juntariam com Márcia Bacelar, por exemplo?

É aquilo que tenho dito: O tamanho da oposição e a força que ela terá vai depender do prefeito eleito. 

Afinal, a tranquilidade advinda da grande votação que ele obteve nas urnas não irá durar para sempre. Quem entende de política sabe disso.

Não demora e muitos que lhe juraram amor eterno estarão reclamando e falando mal de seu governo.


sábado, 2 de janeiro de 2021

Ameaças ao blogueiro Homero Lima pode indicar o retorno de práticas vistas no passado.

O desejo de Bruno Silva de querer trazer de volta para Coelho Neto uma ex-secretária de Educação do governo Soliney já causou, de cara, alguns inconvenientes.

O primeiro foi a insatisfação do próprio Soliney com a indicação, já que a mesma saiu de seu governo escorraçada por ele. Outro, as ameaças que o blogueiro Homero Lima sofreu via redes sociais, por um filho dessa senhora.(Veja aqui )

No que se refere a Soliney, é mais uma questão pessoal de gosto e desgosto. Que ele busque resolver com o prefeito eleito. Se tiver peito para isso. 

A questão grave reside nas ameaças feitas a um membro da imprensa. No caso, o blogueiro Homero Lima.

O prefeito Bruno Silva não pode aceitar que episódios como esse passe a imagem de que seu governo compactua com práticas vistas num passado não muito distante, onde residências de cidadãos coelhonetenses e até um sindicato foram invadidos por quem deveria dar exemplo de apreço pela Democracia.

Que o tempo do andar ladeado por capangas tenha ficado no passado, pois o povo de Coelho Neto é um povo ordeiro e de paz e que Bruno Silva represente realmente o novo. Que não ressuscite os "fantasmas" do atraso com seus espíritos de violência e desrespeito.

A imprensa, assim como todo cidadão, tem direito à liberdade de expressão e havendo excesso que a parte que se sentir prejudicada busque reparação através do diálogo ou pelas vias judiciais.

Após o fechamento desta postagem chegou ao conhecimento deste blogueiro que a ex-secretária de Educação em questão não irá chefiar a Educação na gestão de Bruno Silva. Um dos motivos seria a não aceitação das condições impostas por ela, como a lista fechada de colaboradores da confiança dela que iriam ajudá-la na gestão da pasta.

Dizem que a notícia foi dada durante uma reunião de funcionários de uma certa repartição pública acolá.

Outro nome já deve está sendo escolhido para a função.

Pense num clima de velório que ficou no local.

Vamos aguardar pra ver se isso se confirma.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2020

Clima de desconfiança dos Silva em relação aos Furtado?

                                 
Há rumores de que Suely Silva, mãe do prefeito eleito de Coelho Neto, teria procurado Cláudio Furtado para uma conversa franca. Ela queria saber se o mesmo ficaria na base do governo ou se teria a intenção de encabeçar uma frente de oposição ao governo de Bruno Silva.

Se essa conversa de fato existiu é um indicativo de que há uma desconfiança dos Silva em relação aos Furtado.

Pelo visto os Silva estão achando que Cláudio Furtado não baixou em Coelho Neto atrás do salário de vereador, visto que o mesmo é Procurador Federal, cujos vencimentos certamente estão bem acima do que ganha um parlamentar no município.

Há ainda quem diga que essa desconfiança teria aumentado no dia da eleição do Sintasp, onde Cláudio e seu irmão, Flávio, prefeito eleito de Duque Bacelar, estiveram pessoalmente na imediações da entidade parabenizando Oberdan Lopes pela suposta vitória na disputa. 

Dizem que Flávio Furtado empenhou esforço pessoal em favor da chapa de Oberdan em Duque Bacelar.

Vale ressaltar que Oberdan é da mesma agremiação política de Cláudio Furtado, o G20.

Diante desses fatos os Silva estariam desconfiados de que Oberdan, em algum momento, passe a usar o sindicato para pressionar e desgastar o governo, sob orientação dos Furtado.

Faz sentido? Só o tempo dirá.

Mas uma coisa é certa. Os Furtado são políticos habilidosos. Disso ninguém duvide.













domingo, 27 de dezembro de 2020

Rafael Cruz Presidente da Câmara e Cará Líder do Governo.

Segundo fontes do blog, Bruno Silva já teria batido o martelo e orientado sua base de sustentação no Parlamento Municipal a eleger Rafael Cruz para presidir aquela casa legislativa.

O vereador Cará deve ser confirmado como Líder do Governo, papel que já desempenhou durante um período no governo de Américo.

Não se sabe se Bruno Silva já "fumou" o "cachimbo da paz" com Soliney, visto que dias atrás o ex-prefeito postou um texto em suas redes sociais demonstrando bastante descontentamento por um suposto isolamento político na tomada de decisões, no que diz respeito à formação do governo do filho. (Veja aqui )

O certo é que a escolha de Rafael Cruz para presidir a Câmara de vereadores deve agradar  a Soliney, uma vez que o vereador em questão permaneceu fiel na oposição durante toda a gestão de Américo, demonstrando fidelidade ao grupo político do ex-mandatário. 

Agora se Rafael Cruz será uma boa aposta para Bruno Silva só o tempo dirá e isso vai depender de como será a relação do novo prefeito com o próprio pai durante sua gestão que se inicia a partir de 1º de janeiro do ano que vem.

Sabemos que Rafael e seu pai, Antônio Cruz, são aliados de longas datas de Soliney e que "Ligeirinho" sonha com voos mais altos para o filho. 

Se a situação entre Bruno e Soliney não foi resolvida e, na pior das hipóteses, vier a se agravar, Rafael poderá ter nas mãos a oportunidade de ir mais longe em sua carreira política. Fidelidade a Soliney ele já demonstrou. 

Vamos aguardar o desenrolar dessa história.

  

quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

Rosário Leal volta a Coelho Neto querendo amordaçar a imprensa?

Isso é que eu chamo de colocar lenha na fogueira. Pelo menos é o que se pode dizer da ação judicial movida por Rosário Leal contra os blogueiros Milton Vieira e Homero Lima, por conta de matérias envolvendo fatos relacionados a ela durante a gestão de Soliney Silva.

Ao invés de sair do foco das discussões, a atitude de Rosário de ingressar com essa ação só a colocou novamente no centro das discussões, dando eco a elas.

O curioso foi observar que Rosário quer proibir os nobres colegas blogueiros de citar o nome ou usar imagens dela em matérias futuras. Aí lascou. Será que ela pensa que em pleno século 21, tempo em que as redes sociais estão a todo vapor, uma pessoa pública, ocupando cargo público consegue exercer suas funções sem receber críticas?

Não custa lembrar que parte das afirmações contidas nas matérias em questão foram feitas por Soliney, seu ex-chefe. E até onde se sabe, ela não tomou a mesma medida contra ele.

Ao que parece Márcia Bacelar está sendo mais esperta, visto que não deu repercussão a matérias com críticas a sua indicação para a Saúde do município. Já Rosário Leal resolveu fazer o contrário, espalhar brasas. Bem típico dela.

Tudo o que Bruno Silva não quer é que seja iniciado um processo de desgaste de seu governo antes mesmo de o mesmo começar. Mas é o que está acontecendo. Coisa que poderia ter sido evitada se tivesse escolhido melhor, até aqui, alguns de seus futuros secretários de governo. 

Vai se desgastar com Márcia Bacelar, que dificilmente conseguirá assumir a indicação e se assumir poderá ser questionada por via judicial e está se desgastando com Rosário Leal, que parece ser bem "esquentadinha" e incapaz de administrar críticas.

E os nomes que podem canalizar desgastes a Bruno Silva não param por aí.

Ele ganhou a eleição com mérito e tendo em seu palanque um grupo político grande. Sem falar na maior votação já dada a um candidato a prefeito no município, mas tudo isso, ou pelos menos parte disso, pode se constituir em problemas. Principalmente  na hora de montar o governo.

Imagina qual será a reação de quem, subiu morro e desceu morro pedindo votos, arrumando inimizades nas redes sociais e na hora da partia do bolo não for lembrado...

Sem falar que algumas figuras parecem achar que terão as mesmas "facilidades" dos tempos de Soliney. Começo a pensar que não.

Mas vamos aguardar, ainda é cedo para afirmar qualquer coisa nesse sentido.

Quanto a Rosário Leal, se de fato vier a assumir o cargo de Secretária de Educação e continuar gerando desgastes  desnecessários para o governo, nem irá esquentar a cadeira.

Vale ressaltar que a Educação na gestão do prefeito Américo conseguiu o maior IDEB da história sendo gerida por profissionais do município.

E convenhamos, Bruno Silva bem que poderia ter seguido o exemplo, buscando no quadro de professores um nome para o cargo de Secretário de Educação, né?! Essas fagulhas advindas de Rosário Leal, que podem culminar num incêndio em seu governo, teriam sido evitadas.


Ainda dar tempo, prefeito!  

sexta-feira, 18 de dezembro de 2020

Deixa o povo de Coelho Neto comer carne, Seu Bacelar!


Ninguém aguenta mais tantos aumentos no preço da carne em Coelho Neto. Desde que o esposo da ex-prefeita Márcia Bacelar, o ex-deputado estadual Antônio Bacelar, assumiu o fornecimento da carne bovina no município o preço desse alimento não para de subir.

Matéria do Blog do jornalista Milton Vieira, dessa semana, afirma que esses aumentos são abusivos e não se justificam.(Leia aqui

O problema maior é que ao aumentar a carne bovina o preço do frango e da carne de porco está aumentando também. Nessa ciranda inflacionária a população se torna a grande prejudicada.

Apenas observando os fatos.



Até o presente momento este blog tem se reservado a tão somente observar os fatos a respeito das escolhas do prefeito eleito, Bruno Silva. Críticas ou elogios vão depender do próprio prefeito, que irá assumir a gestão do município a partir de 1º de janeiro de 2021.

No entanto, parece que já tem gente incomodada com a posição deste humilde meio de comunicação, que diga-se de passagem, não tem pretensão de competir, nem ser melhor que ninguém.

Continuaremos, portanto, observando e analisando os fatos.

A respeito da escolha de Bruno Silva para a Cultura, que terá Kinha Santos como chefe da pasta, não foi uma escolha ruim, embora a meu ver, Geraldinho teria sido melhor. Todavia, a escolhida também tem história na cultura local. 

Mas pelo visto algumas pessoas esperavam que o nome indicado fosse outro e já o davam como certo.

Acontece que segundo fontes que não iremos revelar, o prefeito Bruno Silva anda desconfiado das reais intenções de um certo grupinho acolá, pois teve gente que andou antecipando o pulo do gato e mostrando as unhas antes da hora. Com isso, acabou revelando mais do que pretendia. E dizem que o fato não passou despercebido do novo prefeito.

Abra o olho, Bruno Silva! Cuidado com o "Cavalo de Troia" Não dê asas a cobras.

O golpe está aí, o senhor cai se quiser.