VOCÊ É CONTRA OU A FAVOR DO FINANCIAMENTO PÚBLICO DE CAMPANHA?
A FAVOR.
CONTRA.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Imagens do Dia: Sindjus-MA vai às ruas pedir auditoria no TJ-MA

Do Blog do Robert Lobato

O Sindicato dos Servidores da Justiça do Maranhão (Sindjus-MA) realizou uma grandiosa caminhada pelas ruas do centro de São Luis na manhã desta quarta-feira (19), por democratização, transparência administrativa e auditoria no Poder Judiciário maranhense. Desde cedo centenas de servidores se concentraram na frente da Biblioteca Pública Benedito e de lá seguiram para o Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA).





Por meio da auditoria, o sindicato pretende apurar a legalidade – ou não – de pagamentos feitos pela administração Cleonice Freire, entre os quais a conversão de licença prêmio em pecúnia para magistrados e desembargadores.   Clique aqui  e assine o abaixo assinado popular, que será enviado para o Conselho Nacional de Justiça.

Coelho Neto: Menor acusado de homicídio se apresenta com advogado na delegacia.

Do Portal Coelho Neto


DSCN3246
O menor infrator de 17 anos, acusado de assassinar na madrugada deste último domingo (15/11), o jovem Regilson Francisco Pereira Bacelar de 23 anos, durante uma festa dançante na cidade de Duque Bacelar, se apresentou na delegacia da cidade de Coelho Neto na manhã desta quarta-feira (19). Ele estava na companhia de seu advogado Marcos Solemar Vieira Franklin – OAB/MA 2790 do Piauí, o menor prestou depoimento ao delegado Titular Dr. Sidney que estava acompanhado do escrivão Ellyelson.
DSCN3240Depois de prestar depoimento no distrito policial o menor foi levado para o (MPE) onde foi ouvido pelo representante do Ministério Público local, e como já havia expedido mandado de internação provisória do menor, o mesmo foi apreendido e fica a disposição da justiça em uma das celas da carceragem da delegacia de polícia do município de Coelho Neto.
Aguarde outras informações…

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Financiamento público de campanha, você é contra ou a favor???



O tema ganhou destaque e esteve bastante presente nas eleições de 2014. A proposta do financiamento público de campanha encontra força em setores da sociedade brasileira e estudiosos dos sistemas eleitorais.

Este blog irá dispor futuramente para os leitores um estudo sobre o assunto. 
Deixe a sua opinião votando na enquete: 

VOCÊ É CONTRA OU A FAVOR DO FINANCIAMENTO PÚBLICO DE CAMPANHA?  

domingo, 16 de novembro de 2014

CGU: Sai Relatório de Coelho Neto.



RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO Nº 39017 - 17/02/2014 Durante os trabalhos de fiscalização realizados no Município de Coelho Neto/MA, no âmbito do 39º Sorteio de Municípios, constataram-se diversas falhas relativas à aplicação dos recursos federais examinados, demonstradas por Ministério e Programa de Governo. Dentre estas, destacam-se, a seguir, as de maior relevância quanto aos impactos sobre a efetividade dos Programas/Ações executados na esfera local. 

No âmbito da Educação Básica, verificou-se a existência de vícios na realização da licitação para contratação dos serviços de locação de veículos, considerando que a empresa contratada Flexa Empreendimentos Ltda.. CNPJ 12.534.798/0001-30, não apresentou o atestado de capacidade técnica que lhe comprovaria a aptidão para o desempenho da atividade e compatível em características com o objeto da licitação, conforme exigido no item 7.6 do Edital. Na execução do contrato, constatou-se que a empresa contratada não possui estrutura operacional para a realização dos serviços; não comprovou que executou os serviços, houve a subcontratação total dos serviços, pois os veículos locados não pertencem à empresa contratada.

 Verificou-se também irregularidades em processos licitatórios para aquisição de gêneros alimentícios e material de expedientes com recursos do Programa Nacional de Apoio à Alfabetização e Educação de Jovens e Adultos. São 346 páginas de muita irregularidade! 

Quer ver mais?  (Leia o Relatório)

sábado, 15 de novembro de 2014

Luto! Morre o ex-deputado Raimundo Bacelar.

Portal Gaditas
20100831140820_7ac05
Faleceu na manhã deste sábado (15) aos 86 anos vítima de infarto no Rio de Janeiro o ex-deputado Raimundo Bacelar. Ainda não foi divulgado informações sobre velório e local de sepultamento.

As atuais gerações de fato não conhecem, mas é praticamente impossível falar da história de Coelho Neto e de uma parte da história do Maranhão sem falar do papel de destaque desempenhado por Raimundo Bacelar.

Raimundo Emerson Machado Bacelar era filho de Raimundo de Melo Bacelar (Duque Bacelar) e dona Maria Machado Bacelar, nasceu na Vila de Curralinho, hoje Coelho Neto.

Casou-se em primeiras núpcias com Edine Nunes Bacelar e tiveram os seguintes filhos: Maria Rita, Maria Ariadne e Ana Luiza. Em segundas núpcias, casou-se com Marília Lopes Gonçalves Bacelar e tiveram um filho, Raimundo Júnior, todos formados, constituíram famílias e deram netos a Raimundo.

Cedo passou a ajudar o pai Duque Bacelar nos negócios e administração das terras e fazendas, após exercer os cargos de Promotor Adjunto de Coelho Neto e de se habilitar na Ordem dos Advogados para o exercício dessa profissão através de provisão.

Elegeu-se deputado estadual em 1950, substituindo aliás, sua irmã deputada Dalva Bacelar e na Assembléia Legislativa do Maranhão gozou de prestígio, chegando ao posto mais alto ao se eleger Presidente. Reelegeu-se nas legislaturas seguintes em 1954 e 1958.

Foi Secretário do então governador Eugênio Barros, fundador da rádio Difusora do Maranhão, da rádio Difusora de Floriano, da TV Difusora Canal 4 e foi ex-diretor da rádio Timbira.

Com os irmãos fundou em Coelho Neto o Complexo Industrial Cepalma inaugurada em 20 de janeiro de 1973, empreendimento que garantiu à sua cidade uma posição de destaque na economia do Maranhão.

Morando no Rio de Janeiro foi diretor do Banco do Estado de São Paulo – BANESPA, Superintendente da Mineração Rio do Norte. Em 1984 trabalhou na campanha de Tancredo Neves a convite do senador Sarney então candidato a vice-presidente e no ano seguinte foi nomeado membro do Conselho de Administração do BNDES. Em 1988 foi nomeado Presidente da Mineração Rio do Norte.

Entre as homenagens foram várias dentre as quais a Medalha de La Ravardiere (a maior comenda de São Luís) e Personalidade de Comunicação do Ano dado pelo 2º Congresso de Jornalistas e Radialistas do Maranhão realizado em 2005, além de emprestar seu nome para escolas e ruas em várias cidades do Maranhão.

Em 2007, lançou em São Luís seu primeiro livro com título Duque: Um predestinado em que faz uma homenagem ao pai e conta um pouco da saga da família Bacelar.

Como bem pontuou o jornalista e professor Coelho Neto durante encerramento do 2º Congresso de Jornalistas e Radialistas do Maranhão realizado em 2005 “hoje, seguramente, Raimundo Bacelar é um dos poucos maranhenses que possui um talento multivocacionado, com atuações em diversos campos da atividade humana como o da comunicação, política, economia, empresarial, cultural e social. Raimundo Bacelar possui uma biografia pessoal, profissional e política exemplar, cuja experiência merece ser reconhecida pelas atuais e futuras gerações. Sua trajetória é uma grande lição de vida”.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

12 mil pedem Reforma Política e protestam contra a direita na Av. Paulista.

Manifestantes protestam “contra a direita atrasada” que foi às ruas pedir intervenção militar no Brasil e reivindicam reformas estruturais como urbana, agrária, tributária, além de uma constituinte para a reforma política. Ato ocorreu sob forte chuva

ato reforma política avenida paulista
Marcha “contra a direita” e por “reformas populares” reuniu cerca de 12 mil na Avenida Paulista. Ato ocorreu sob forte chuva (Foto: Mídia Ninja)

A “Marcha popular pelas reformas: contra a direita, por direitos”, realizada na noite desta quinta-feira em São Paulo, é uma resposta da esquerda aos manifestantes que, seis dias após a reeleição de Dilma Rousseff (PT), foram às ruas pedir o impeachment da presidente e defender a necessidade de uma “intervenção militar” no País.

De acordo com policiais militares que acompanharam o ato, cerca de 12 mil pessoas participaram. Os organizadores estimaram em 15 mil. Já o protesto realizado por eleitores do candidato derrotado à presidência Aécio Neves (PSDB) reuniu cerca de 2,5 mil pessoas no último dia primeiro de novembro (informações da Polícia Militar).

Sob chuva forte, o ato começou por volta das 17h no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp). “Tem uma ‘playboyzada’ aí dos Jardins que, porque o ‘titio’ Aécio [Neves] perdeu a eleição, ficaram ‘bravinhos’ e foram para a rua contra o povo. Se lá na marcha deles tem elite, que não gosto do povo, aqui tem povo trabalhador, aqui tem negro, aqui tem nordestino, aqui está o povo brasileiro”, gritou o líder do MTST, Guilherme Boulos de cima do caminhão de som, antes de a passeata começar. Era uma referência ao ato do último dia primeiro de novembro, que reuniu 2,5 mil pessoas no mesmo local para pedir a queda da presidenta Dilma Rousseff por impeachment ou por meio de um golpe militar.


De acordo com o líder do MTST, um dos objetivos era justamente “fazer o enfrentamento contra a direita atrasada”: “Eles têm ido às ruas nos últimos meses defender posições inaceitáveis para maioria do povo brasileiro. Defender não só intervenção militar e impeachment, como também semear ódio aos pobres, o racismo e a homofobia. Isso não pode ser admitido. Essa marcha vem para fazer contraponto e mostrar que se os golpistas do Jardins estão colocando mil pessoas nas ruas, nós vamos pôr 15 mil só para começar”.

Reformas

 

O segundo propósito da manifestação desta quinta-feira, ainda segundo o líder do MTST, é “pautar reformas populares no Brasil”: reforma política; reforma urbana e agrária; reforma tributária progressiva; democratização das comunicações; e desmilitarização da polícia. De acordo com Boulos, os manifestantes querem mostrar à presidente Dilma que ela tem todo o apoio para seguir adiante com as reformas – e, ao mesmo tempo, que encontrará os movimentos mobilizados caso não siga com suas promessas.

Presente na passeata, a ex-deputada federal do PSOL Luciana Genro, que disputou a Presidência em outubro, minimizou a representatividade do discurso de extrema direita: “Eu acho que a manifestação que ocorreu aqui dias atrás não tem força, não tem representatividade social. Mas é evidente que a direita existe no Brasil e ela se expressa, por exemplo, no massacre que a polícia e as milícias promovem semanalmente na periferia das grandes cidades”.


Dos Jardins, a passeata seguiu pela rua Consolação até o centro da cidade, na Praça Roosevelt. Após quase três horas de caminhada embaixo da chuva, o MTST encerrou o ato. No discurso final, Boulos deixou um recado para Dilma. “Nós não vamos permitir que a presidenta não faça as reformas que prometeu e não governe para os trabalhadores”.
Segundo a PM, não foram registradas ocorrências no ato.

Terra e CartaCapital

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Em SP, Haddad reajusta salários de servidores da Saúde e da Educação.


O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), encaminhou à Câmara Municipal projeto de lei que reajusta em até 86% os salários dos profissionais municipais da Saúde.

Ao todo, mais de 30 mil servidores serão beneficiados com  a iniciativa. Há alguns dias, aumentos também foram concedidos aos professores

“Nós não poderíamos descuidar do que mais importa na área da Saúde, que é a questão dos recursos humanos”, afirmou o petista ao encaminhar a proposta.

O reajuste será progressivo, com 19% concedidos imediatamente e o restante até 2016. Os iniciais R$ 7.066,43 para médicos com jornada de 40 horas passam, já em 2014, para R$ 10 mil. Em 2016, a remuneração será de R$ 12 mil. Os profissionais em fim de carreira poderão ganhar até R$ 20 mil.

“O projeto visa, principalmente, suprir a carência nas periferias, onde faltam profissionais devido aos rendimentos pouco atrativos”, diz o líder do PT,  vereado Alfredo Cavalcante.

“É um projeto justo, que valoriza principalmente os profissionais de nível técnico e oferece salários maiores para quem quer entrar na carreira”, completa.

Haddad tem realizado iniciativas importantes que vão desde à valorização do funcionalismo público até a implementação de órgãos de controle.

Realizações - Recentemente, concedeu reajuste aos professores do município em valores 24 por cento acima dos recebidos pelos professores estaduais. O aumento também ficou 77 por cento acima do piso nacional para a categoria. Com isso, o salário inicial de um docente em São Paulo passou de R$ 2,6 mil para R$ 3 mil.

Em outras frentes, o prefeito criou as secretarias de Direitos Humanos, da Igualdade Racial e de Política para as Mulheres, reativou nove conselhos temáticos, como os de Saúde, Educação e Habitação e reuniu no Conselho da Cidade de São Paulo moradores de rua e empresários da construção civil para um amplo debate sobre a ocupação dos espaços da cidade.

O petista articulou, ainda, vários órgãos de governo na criação da “Operação Braços Abertos”, por meio da qual dependentes de drogas foram encaminhados para pensões e tratamento clínicos. Implementou as vias exclusivas para os ônibus e as ciclofaixas, democratizando a mobilidade urbana.

Para combater ilegalidades, criou a Controladoria Geral do Município, que desvendou, dentre outros, um esquema de corrupção milionário de aprovação e emissão de alvarás para edifícios.

Em sua gestão, também foi criado o comitê Juventude Viva, que reúne 25 gestores orientados para os jovens das periferias, principalmente negros. Com o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do governo federal, pretende garantir alimentos de qualidade para as escolas e colaborar para a produção da agricultura familiar.

“É um prefeito que tem planos de ação muito amplos”, defende Cavalcante, ao lembrar que há a previsão de inauguração de mais quatro hospitais na cidade.

Por Guilherme Ferreira, da Agência PT de Notícias