domingo, 1 de maio de 2016

Cadê o trabalho prestado??


É algo perfeitamente normal alguém responsável por determinada pasta de governo lançar seu nome para apreciação popular tendo esse desenvolvido um bom e cumprido, portanto, de forma satisfatória aos olhos da população o seu papel. Mas parece que quando se trata de Coelho Neto, isso se dá de forma totalmente oposta.

Por aqui o que se tem visto até o presente momento são pessoas de atuação inexpressiva, decepcionante, até, lançando pré-candidatura ao legislativo. Nos casos a que nos referimos pode-se procurar de lupa um desempenho ao menos razoável dessas figuras no que se refere à condução das pastas pelas quais foram responsáveis que não será encontrado praticamente nada.

A cidade está totalmente abandonada pelo atual governo municipal. Ruas esburacadas, outras tantas intrafegáveis, cheias de lixo e com o mato tomando conta.

No esporte... Ops... Bem, parece que ainda existe essa pasta no Desgoverno de Soliney Silva, mas ações de fato... O que chegou como grande aposta do prefeito atual para este setor saiu mais queimado que cabeça de palito de fósforo. Aliás, quem passou por lá, na atual gestão municipal saiu da mesma forma, “queimadim”, “queimadim”.

Vamos para a saúde... Saúde? Que saúde? Onde? A dos 45 médicos? A do Centro de Imagem, cuja promessa era de que ninguém precisaria mais se deslocar de Coelho Neto para Caxias ou Teresina para realizar exames, que tudo seria feito aqui, inclusive exames de última geração? A saúde 1000% de Soliney Silva? Essa nunca foi vista por essas bandas.

O certo é que mesmo diante do caos administrativo que o município vive atualmente, há figuras políticas aliadas desse desgoverno que tem a coragem de lançar seus nomes para apreciação popular. 

Por aqui é assim. Como diz um velho dito popular:

"Quem não tem cão caça como gato".  

Mensagem do vereador Osmar Aguiar aos trabalhadores.


sábado, 30 de abril de 2016

Oposição forte.

                                                        Imagem: Portal Gaditas.

O grupo da oposição em Coelho Neto segue a passos largos no fortalecimento para a disputa do pleito deste ano. Como forma de manter a unidade do grupo, algumas lideranças que haviam lançado pré-candidatura a prefeito, seguem abrindo mão de concorrer ao cargo majoritário.

O primeiro a fazê-lo foi Cláudio Furtado, depois foi a vez da vereadora Cristiane Bacelar e neste sábado(30), a vereadora Lú, que proferiu as seguintes palavras:

“Desisto de um sonho pessoal para colocar em primeiro plano um sonho coletivo. Nesse momento o que está em jogo é o futuro da cidade e não posso deixar de dar minha contribuição para manter a unidade do nosso grupo. Agradeço o apoio que recebi dos nossos aliados que entenderam os motivos que me levaram a tomar essa iniciativa.”

Estiveram presentes à reunião na qual a vereadora Lú oficializou a desistência de sua pré-candidatura a prefeita: O vice-prefeito Sérgio Guanabara (PSD), os vereadores Cristiane Bacelar (Solidariedade), Osmar Aguiar (PT) e Luiz Ramos (PSD), a ex-prefeita Márcia Bacelar, O Assessor do Governo do Estado Cláudio Furtado, o ex-vereador Toinho da Emater e os pré-candidatos a prefeito Antonio Bacelar (PCdoB), Américo de Sousa (PT) e Antônio Pires (PCdoB), Pastor da Assembleia de Deus Nonato Branco, o prefeito de Afonso Cunha José Leane, entre outros nomes importantes da oposição local.
                                                     Imagem: Portal Gaditas.

É fato inegável, a oposição coelhonetense vem demonstrando amadurecimento político e espírito de grupo. Devendo chegar na reta final para a definição, que será feita mediante consulta de opinião, com dois ou três nomes, apenas. Mas, diferente do que especulou certo blog local, não dá para antecipar outras possíveis desistências de pré-candidatos a prefeito na oposição. Assim como equivocadamente o referido blog incluiu o nome de certo pré-candidato a prefeito no grupo.

Aliás, o nome citado está mais para uma aposta de certo gestor que durante toda a sua gestão desprezou um importante segmento econômico do município e temendo que esse segmento se alinhasse ao projeto político da oposição teria resolvido colocá-lo para impedir que isso acontecesse. Pelo menos é o que se começa a ouvir nas rodas de conversas.

O caminho que se desenha para a oposição é de unidade e fortalecimento, tanto no plano local como no estadual. O que vemos são lideranças políticas empenhadas na costura de uma grande aliança, de modo que nem mesmo o mais otimista dos oposicionistas poderia imaginar tal feito.


sábado, 23 de abril de 2016

Cristiane Bacelar deve confirmar desistência da pré-candidatura a prefeita de Coelho Neto.


O anúncio de que o assunto está sendo estudado foi feito pela própria parlamentar no início da tarde deste sábado(23) numa rápida participação por telefone ao programa de rádio A Voz da Cidade, durante a entrevista de Américo de Sousa. Cristiane relatou que na próxima segunda(25) irá se reunir com os demais integrantes do seu partido em Coelho Neto, onde deve anunciar uma posição definitiva sobre o caso.

O motivo da provável desistência, segundo a parlamentar, seria contribuir com a unidade e fortalecimento do grupo da oposição, que pretende sair com candidatura única.

Enquanto algumas figuras esquecidas e inexpressivas da política local abrem a boca ou usam as redes sociais para tentar plantar a divisão e a discórdia, as lideranças oposicionistas demonstram amadurecimento político e espírito de grupo. 

Brilhante!!

É o que se pode dizer da entrevista concedida pelo pré-candidato a prefeito da oposição coelhonetense Américo de Sousa, na tarde deste sábado (23) ao programa de rádio A Voz da Cidade. Ele é um dos cinco pré-candidatos a prefeito da oposição local e falou por cerca de 40 minutos.

Américo de Sousa ratificou a união da oposição, bem como as movimentações das demais lideranças políticas no sentido de ampliar e fortalecer o grupo político que irá disputar o pleito deste ano.

O tom conciliador do petista predominou durante toda a entrevista, o que demonstra amadurecimento político de quem foi sendo moldado ao longo das disputas eleitorais. Em suas palavras, ele destacou a importância da união de todas as lideranças oposicionistas no processo de resgate do município diante do caos administrativo que se estabeleceu ao longo dos dois mandatos de Soliney Silva como prefeito.

E verdade seja dita, o Américo de Sousa atualmente está muito mais maduro e preparado politicamente, o que tem contribuído e muito com o processo de diálogo que vem ocorrendo entre as força políticas e que objetiva chegar a uma candidatura única para a disputa. E inegavelmente, isso teria reflexos bastante positivos tanto do ponto de vista da gestão quanto na composição de um eventual governo do petista.

Mas vamos por partes.

Click: Parabéns, vereador Osmar Aguiar!!


Quem completa mais uma primavera neste sábado(23) é o vereador Osmar Aguiar, um dos parlamentares mais atuantes do município de Coelho Neto. A ele desejamos sucesso, saúde, paz, vida longa e prosperidade.

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Promessas, apenas promessas e nada mais que promessas.

                                                 Imagem: Blog do Samuel Bastos.

O título da matéria sintetiza bem o que tem sido a administração do prefeito de Coelho Neto até o presente momento, quando o assunto é obra, por exemplo.

É só se aproximar o período eleitoral que o Desgoverno de Todos faz uma nova promessa ou "requenta" alguma feita anteriormente a respeito de determinadas obras. Algumas da quais já vêm se arrastando há bastante tempo. Foi assim no caso da “Ceasa” de Coelho Neto, onde diziam que teria até um espaço para os agricultores que viessem da Zona Rural vender seus produtos e criações armarem redes para esperar o dia amanhecer. Kkkk (desculpe mas não pude conter o riso e acabei "quebrando o protocolo") Nunca se viu esse espaço por lá. E quando dá uma chuva com vento forte é um verdadeiro deus nos acuda.

Foi assim também no caso do Centro de Imagem onde as propagandas veiculadas por meses a fio na televisão local, inclusive no período da campanha eleitoral de reeleição do prefeito, diziam que ninguém precisaria mais se deslocar de Coelho Neto para Caxias ou Teresina para realizar exames, que aqui seriam realizados exames de última geração sem pagar nada. Um paraíso na terra, era o que faltavam dizer. 

Na época, a oposição alertava que tudo aquilo não passava de enganação. O governo municipal trouxe até o Pinguelo como garoto propaganda do que hoje sabemos que não passou de promessas. As pessoas continuam indo tanto para Caxias quanto para Teresina, se quiserem escapar com vida.

Agora, ao que tudo indica, chegou o tempo das promessas novamente. A poucos meses das eleições, como sempre. E a bola da vez do Desgoverno de Todos deve ser a UPA, cuja construção se arrasta há mais de dois anos. Se duvidar vão até chamá-la de hospital.

Está mais do que comprovado que neste Desgoverno de Soliney Silva nada prospera. O tempo nos ensinou isso. Aos poucos o povo foi percebendo que os benefícios prometidos por Soliney jamais chegam ou chegarão de fato para a população.

Os oito anos de Desgoverno do prefeito Soliney Silva podem ser resumidos em uma única frase:

Promessas, apenas promessas e nada mais que promessas.

sábado, 16 de abril de 2016

Prefeito pode ser alvo da Polícia Federal por desvio de milhões.

Soliney Silva está sendo investigado por desvio de recursos federais e estaduais.


Do Blog do Neto Ferreira.

O prefeito de Coelho Neto, Soliney de Sousa Silva, está na mira do desembargador Federal Olindo Menezes. Soloney foi denunciado pelo Ministério Público Federal ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região, por desvio de recursos públicos. Outras seis pessoas também foram denunciadas pela Procuradoria Regional da República, conforme documentos obtidos pelo Blog do Neto Ferreira.

A investigação teve início com o relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) enviado ao Ministério Público Federal. O documento constatou, que entre os anos de 2009 e 2011, ocorreram saques das contas da prefeitura de Coelho Neto no montante de R$ 3.727.840,00. Também foram identificadas movimentações financeiras atípicas, incompatíveis com o patrimônio declarado pelo prefeito Soliney.

Diante das constatações, a Procuradoria Regional requisitou a instauração de inquérito policial para apurar indícios de lavagem de dinheiro, desvios de recursos e realização de despesas em desacordo com normas pertinentes.

Na denúncia encaminhada ao Tribunal Regional Federal, o Ministério Público Federal explanou que foram sacados vultosos valores das contas da prefeitura municipal de Coelho Neto em nome das empresas Pereira & Lobo, Construtora Paviterra e Bismarck S. Guimarães.

Ainda de acordo com o documento, Soliney Sousa e os empresários promoveram o desvio de recursos públicos federais e estaduais dos cofres da prefeitura, por meio de contratações com empresas que não detinham capacidade operacional ou financeira para a execução do objeto contratado, ou seja, eram empresas de fachada.

No documento enviado à Justiça Federal, consta ainda que os denunciados também ocultaram e dissimularam a origem, localização e propriedade de parte de dinheiro sacado das contas da prefeitura, por meio de transferências bancárias entre os sacadores e o prefeito Soliney.




Comentário do Blog do João de Sousa:

As informações dão conta de desvios que totalizam mais de 19 milhões, sendo os R$ 3.727.840,00. citados na matéria, referentes apenas a saques efetuados diretamente das contas da prefeitura de Coelho Neto-MA.

quinta-feira, 14 de abril de 2016

De trabalhador para trabalhador.

O registro fotográfico mostra a visita do pré-candidato a prefeito Américo de Sousa aos trabalhadores do Grupo João Santos, que nesta quinta-feira(14) entraram no 30º dia de greve. Américo esteve acompanhado dos vereadores: Osmar Aguiar, Luis Ramos e vereadora Lú. À direita de Américo de Sousa está Mariano Crateús, presidente do Sinpacel.

Sindicalista com larga experiência em movimentos grevistas, Américo foi levar o seu apoio à luta dos trabalhadores do Grupo.

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Os tropeções políticos de um marinheiro de primeira viagem.


O termo política tem origem no grego politiká, uma derivação de polis que designa aquilo que é público. Mas a palavra tem significados bastante abrangentes. Entre eles poderíamos dizer que é a arte de negociação para compatibilizar interesses.

Vamos partir então desse princípio trazendo para a realidade vivenciada em Coelho Neto neste momento, mas mais especificamente tratando de questões referentes ao grupo da oposição.

Parece que no grupo da oposição há quem despreze totalmente esse conceito e até aqui fica-se em dúvida se isso está ocorrendo por se tratar de um típico marinheiro de primeira viagem ou se é característica própria do indivíduo em questão.

A figura a qual nos referimos, segundo informações de muitos integrantes da oposição, tem se evidenciado pelo egocentrismo, aparente desprezo às ideias dos demais do grupo e falta de traquejo político, o que há muito estaria causando constrangimento no meio e dificultando o processo de unidade que as lideranças tanto têm buscado construir para a disputa do pleito que se avizinha.

E parece que agora deu para aparecer nas reuniões sem ser convidado. A julgar pelo que se ouve nos bastidores, ninguém mais no grupo suporta essa situação.

É bom levar em consideração que na política quem não está disposto a ouvir, ponderar e a ceder, quando necessário, objetivando somar e construir possibilidades estará fatalmente fadado ao fracasso. Uma vez que política se faz com grupo e grupo se constrói com diálogo e respeito às diferenças de pensamentos, considerando os pontos anteriormente citados.

Fica a dica.



sábado, 9 de abril de 2016

Cláudio Furtado abre mão da pré-candidatura a prefeito de Coelho Neto.


O fato foi levado a público na manhã deste sábado (9) durante entrevista concedida por ele ao programa de rádio A Voz da Cidade.

A decisão pode ser compreendida como um gesto de grandeza política da parte de Furtado na busca pela unidade da oposição para a disputa deste ano pelo comando da prefeitura do município.

Cláudio Furtado pode ter avaliado também que este poderia ainda não ser o seu momento político para essa disputa.

Embora a desistência possa ter sido surpresa para alguns, em entrevista concedida a um blog local há mais ou menos um mês, o próprio Cláudio Furtado já dava sinais de que poderia vir a tomar essa decisão.

Sua atuação política no município como pré-candidato a prefeito teve como fruto o fortalecimento político do PCdoB, partido do qual faz parte. Pois recentemente, nomes expressivos da política local passaram a integrar os quadros do partido. Entre eles estão: Dra. Márcia Bacelar, Antônio Carlos Bacelar e vereador Antônio Pires.

Ainda que haja quem duvide, os nomes da oposição que irão formar a chapa majoritária para a disputa do pleito deste ano poderão ser definidos por consenso. É uma possibilidade que não pode ser descartada. Nada que um diálogo franco entre as lideranças oposicionistas não resolva.  

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Que o respeito prevaleça.


O período eleitoral é de fato um momento em que os ânimos acabam se exaltando. As pessoas são provocadas a opinar, escolher, criticar ou elogiar.

Não é muito diferente no que se refere ao meio jornalístico, mais especificamente à blogosfera, sobretudo nas cidades pequenas, onde tende a haver uma maior polarização das forças que disputam pleitos, onde também quase todo mundo se conhece ao menos de vista.

Nesse aspecto Coelho Neto não foge à regra. Os meios de comunicação costumam focar bastante na disputa e nem sempre há imparcialidade, verdade seja dita. Cada um foca no ângulo que entende ser o melhor. E dessa forma quem acompanha as notícias nesses meios de divulgação sabe mais ou menos a que corrente política a linha editorial deste ou daquele blog está mais alinhada. Por aqui sempre foi assim.

No entanto, ainda que a tal imparcialidade não seja vista de fato na prática, cabe a quem escreve fornecer aos seus leitores através de suas publicações, elementos que lhes permitam fazer suas análises e tirar suas próprias conclusões a respeito dos fatos noticiados.

A divergência de opinião no meio é salutar, o que não deve haver é a falta de respeito pela discordância dessa ou daquela opinião, pelo simples fato de ela não nos agradar.

Em Coelho Neto, a julgar por momentos anteriores, essa questão está apenas começando, mas já dá os primeiros sinais de que não será muito diferente do que já se viu antes.

Que se estabeleça um mínimo de respeito entre aqueles que trabalham com a notícia e que ninguém despreze o trabalho dos demais e nem faça do seu ou de si próprio uma ideia maior do que realmente é.

Feliz dia do Jornalista!

quarta-feira, 30 de março de 2016

Greve dos trabalhadores do Grupo João Santos em Coelho Neto já dura 16 dias.

Diante do impasse, Mariano Crateús, presidente do SINPACEL - Sindicato dos Trabalhadores das Ind de Papel Celulose Pasta de Mad e Papel do MA, usou sua página em uma rede social para fazer o seguinte desabafo:

“Trabalhadores das empresas do Grupo Industrial João Santos (Nassau) no município de Coelho Neto MA; completam hoje 16 dias de greve por atraso de pagamento de salário (2 meses), segunda parcela do décimo terceiro salário, férias, cancelamento do plano de saúde odontológico e apropriação indébita. Proposta das empresas;

Que os trabalhadores retornem ao trabalho sem receber os vencimentos atrasados e só começar a pagar na segunda quinzena de Abril com a venda da produção. Parece brincadeira, mas foi esta a proposta”

segunda-feira, 28 de março de 2016

Enquanto alguns se esforçam para ser, ele age naturalmente.

Assim é Américo de Sousa. Um político que cresceu em credibilidade e aprovação junto à população coelhonetense graças a sua postura política firme. Quando vereador não mediu esforços para levar à Tribuna da Casa, questões de interesse do povo. Embora estando limitado em sua função parlamentar, uma vez que era a única voz a fazer oposição ao modelo administrativo do desastrado governo de Soliney Silva. Teve uma boa atuação dentro das possibilidades e o mandato serviu para que o povo percebesse nele a capacidade para algo maior na política, que ele podia ir além do cargo de vereador.

E assim Américo foi construindo sua história. Uma história que começou no movimento estudantil, depois no movimento sindical, chegando à política partidária. Embora atualmente licenciado do cargo de presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Coelho Neto, ele continua colaborando e muito com a luta dos servidores.

Uma das coisas que chamam atenção nele, além do caráter íntegro, é sua forma natural de ser. Sendo ele mesmo, sempre. Sem fazer tipos apenas para agradar. Aliás, agradar é algo que ele consegue através da seriedade, seguindo adiante sem se deixar corromper pelos atalhos que surgem, sem mudar o discurso e com a postura firme que sempre teve ao longo de sua vida. Algo difícil para muitos políticos.
Alguns no intuito de querer agradar e passar uma boa imagem de si, forçam tanto a barra que chegam a ser patéticos de tão artificial que ficam. É evidente que os políticos devem ser simpáticos e cordiais com as pessoas, mas não podem perder a própria identidade numa busca alucinada por isso. Algo do tipo, alguém extremamente reservado de repente andar pra cima e pra baixo mostrando os dentes à toa.

Nessas horas o que conta é a história de vida da pessoa. Esse histórico é o que confirma de fato o que se é e não o que se tentar mostrar que é. Isso é algo que deve ser levado em consideração por quem costuma dizer que não dá pra saber quem é o bom, pois não está escrito na testa, se referindo aos políticos.
Bem, não está escrito na testa, mas está escrito na história de vida de cada um. E essa história, felizmente não se pode apagar. Cabe portanto, a cada um buscar conhecer para que assim possam fazer suas escolhas, baseados não apenas nas aparências ou discursos. Ponto para Américo de Sousa! Sempre combativo no que se refere aos direitos do povo. 
Sua história tem mostrado isso. E como bom sindicalista que é, tem o diálogo como sua grande arma para abrir caminhos e novas possibilidades.